sexta-feira , 18 setembro 2020
Início / Cidade / Eleições: por causa da pandemia, votação não será por biometria

Eleições: por causa da pandemia, votação não será por biometria

Este ano, votação começará mais cedo: seções abrirão às 7h00 e funcionarão até às 17h00

As eleições municipais de 2020 estão chegando e o primeiro turno está programado para acontecer no dia 15 de novembro. Com a proximidade da data, a rádio Difusora convidou no dia 9 de setembro, quarta-feira, Valdir da Costa Calado, chefe do Cartório Eleitoral de São José do Rio Pardo e Elenice Carvalho, funcionária, para falarem sobre como ocorrerão as eleições esse ano, além de explicarem como será o treinamento de mesários e os protocolos de saúde que deverão ser seguidos no dia da votação. 

São José do Rio Pardo possui 42.554 eleitores aptos a votar. Segundo Valdir, o número não sofrerá alterações, e a impressão dos cadernos de votação já está sendo feita em Brasília.

Mesários

“Os mesários se candidatam para poder trabalhar nas eleições. Geralmente, as pessoas que já trabalharam na eleição passada, serão convocadas novamente. Lembrando que é uma convocação judicial, que deve ser respeitada. Todas as pessoas que trabalham nas eleições já receberam a carta de convocação, que foi enviada através de e-mail”, disse Elenice. “Os mesários só ganham o valor da alimentação, que é R$30,00 e dois dias de folga. O trabalho deles é muito importante, além de ser voluntário”.

“Serão 428 mesários atuando nas eleições este ano. O treinamento deles será online. Ele foi dividido em duas modalidades, especificamente. A primeira diz respeito as turmas EAD, que é destinada aos presidentes e 1º mesários, onde eles farão um curso do TSE. Já enviamos todos os e-mails para essas pessoas. A outra modalidade, para o 2º mesário e para o 1º secretário, será através de aplicativo. Através disso eles farão o treinamento específico”, destacou Elenice.


Valdir da Costa Calado, chefe do Cartório Eleitoral de São José do Rio Pardo e Elenice Carvalho, funcionária

Locais de votação

“O juiz eleitoral enviou um ofício para os locais de votação solicitando que os diretores das escolas e responsáveis administradores, que verifiquem se existe algo a ser feito no que diz respeito a manutenção desses locais de votação. Até o momento, existe um prazo até o dia 4 de novembro para que eles nos digam se há necessidade de fazer uma reforma ou adequação aos locais”, relatou Valdir. “São José do Rio Pardo tem 118 seções eleitorais, esse ano, funcionarão 106 seções. Consta 107 no TSE, mas uma será agregada, então efetivamente teremos 106 funcionando”.

Urnas

“O procedimento de manutenção das urnas já foi feito no Cartório Eleitoral e estamos aguardando somente a determinação do TSE para efetivamente começarmos a trabalhar com essas urnas, para prepara-las para o dia da votação. A urna é 100% confiável, uma vez que todos os procedimentos de inseminação, que vão para a urna eletrônica, vêm direto de Brasília. A forma como chega no Cartório Eleitoral, elas vem em sistema criptografado, nem o Cartório tem acesso”, afirmou o chefe do cartório.

Resultado leva duas horas

“Em São José do Rio Pardo, normalmente demora em torno de duas horas para sair o resultado da votação. A divulgação final demora um pouco aqui na cidade. Nós enviamos para processamento todos os dados, a partir daí temos que aguardar os relatórios finais para assinatura da Junta Eleitoral, que é constituída pelo juiz, Ministério Público e secretário geral. Então a demora é por conta dessa emissão de relatórios”, conta Valdir.

Esquema de votação

“A votação com biometria não será feita. Será de modo tradicional em São José do Rio Pardo e em todo o país. Sobre os cuidados quanto a pandemia, os mesários atuarão de um modo diferente. Usarão máscaras, face shield, e cada um deles terá um recipiente contendo álcool em gel. No curso de treinamento aos mesários eles aprenderão todas as medidas para receber os eleitores de forma segura dentro da seção eleitoral. As urnas serão higienizadas após o uso, assim como as mesas. Haverá também uma distância a ser obedecida pelo eleitor. Tudo isso será preparado uma semana antes das eleições”, informou.

“Este ano a votação começará às 7h00 e permanecerá até às 17h00. Os eleitores terão que fazer fila na calçada do local de votação. As pessoas devem votar e já sair do local para não  aglomerar. Será um processo mais lento do que nos outros anos. Haverá preferência para pessoas de idade, gestantes e com crianças de colo, para votarem na frente. Existe essa necessidade”, relatou Valdir.

Abstenção

“São José tem uma média histórica de abstenção de votos. Oscila entre 24% e 26%. Na eleição para presidente a média chega a essa porcentagem citada. Para prefeito, a abstenção costuma ser um pouco menor, em torno de 23%”, encerrou.

Confira também

Suicídio é segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos

Psiquiatra fala sobre transtornos mentais, bullying e tratamento para depressão Desde o ano de 2014, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *