segunda-feira , 21 junho 2021
Início / Cultura / AES abre inscrições para selecionar projetos sociais

AES abre inscrições para selecionar projetos sociais

Edital visa o patrocínio de entidades e projetos de apoio à criança, adolescente e idoso

A empresa geradora de energia, AES Brasil – que nesta região do Estado é responsável pelas unidades energéticas de Caconde, Mococa e São José do Rio Pardo, abriu edital para seleção de apoio a projetos sociais indicados por Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Conselhos Municipais do Idoso (CMI).

Em São José do Rio Pardo, de acordo com o CMDCA, atualmente estão registradas 14 entidades, as quais, a depender dos critérios estabelecidos pela AES, podem se inscrever no edital.

As propostas devem ser enviadas pelos próprios conselhos entre 3 e 31 de maio, exclusivamente pelo formulário eletrônico disponível na plataforma Prosas, no endereço aesbrasilconselhos.prosas.com.br, para avaliação da AES Brasil.

Serão considerados projetos de atendimento direto, que contribuam para melhoria das condições de vida e bem-estar de crianças, adolescentes e idosos, priorizando ações nas áreas da saúde, assistência social, cultura, esporte e lazer, meio ambiente, reciclagem e energia. O regulamento completo para participação está disponível no site Prosas.

Os Conselhos Municipais do Direito da Criança, Adolescente e do Idoso poderão inscrever até 3 projetos, de diferentes organizações sociais, mas cada instituição será representada por apenas uma proposta. Com base nos critérios estabelecidos no edital, será selecionado um grupo de projetos que receberá o investimento da companhia em 2021.

Em 2020, foram apoiados 7 projetos de CMDCA e 4 projetos de CMI, que estão sendo executados no decorrer deste ano.

Para mais informações sobre o edital e regulamentos, consulte: aesbrasilconselhos.prosas.com.br

Confira também

Com falta de vacinas, estudo clínico avalia eficácia de meia dose da AstraZeneca

Pessoas com neuropatias crônicas foram inseridas no grupo prioritário de vacinação O Brasil atingiu 500 mil …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *