sexta-feira , 19 julho 2019
Início / Cidade / Processo de escolha do novo Conselho Tutelar vai começar
Os novos conselheiros tutelares trabalharão neste endereço, no centro da cidade

Processo de escolha do novo Conselho Tutelar vai começar

Inscrições vão de 22 de abril a 17 de maio; remuneração dos titulares será de R$ 2.536,33

 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São José do Rio Pardo -CMDCA, através da comissão organizadora do Processo de Escolha de membros do Conselho Tutelar, abriu inscrições para o processo de seleção dos novos membros titulares e suplentes do Conselho Tutelar – período 2020 a 2024. As inscrições serão recebidas no período de 22 de abril ao dia 17 de maio de 2019, das 7h às 12h30 e das 13h30 às 16 horas na Secretaria de Assistência e Inclusão Social, na Rua Elisário Dias Guillon, 670, Jardim Aeroporto.

Serão 5 vagas para membro titular e 15 para membro suplente. A remuneração inicial de cada conselheiro tutelar eleito e titular será de R$ 2.536,33. A prova escrita será realizada no dia 23 de junho de 2019 das 9h às 12 horas, na Fundação Educacional, na Avenida Deputado Vicente Nasser, 850, centro.

Comissão organizadora

Integram a comissão organizadora os seguintes membros: Nayara Carvalho Jauhar Breda – representante da sociedade civil; Mariângela de Aguiar, representante da sociedade civil; Nathália Fernandes Pinesi, representante do governo municipal; Isabel Cristina Moraes, representante do governo municipal.

A comissão, subordinada e fiscalizada pelo Ministério Público, deve acompanhar todas as fases, das inscrições à diplomação e nomeação, responsabilizando-se pelo bom andamento de todo o trabalho e resolvendo os eventuais incidentes que venham a ocorrer. Deve ainda publicar os atos e adotar todas as providências necessárias para a organização e a realização do processo de escolha.

Faz parte ainda do papel dessa comissão: analisar os pedidos de registro de candidatura (inscrição) e dar ampla publicidade à relação dos pretendentes inscritos; receber notícias de fatos que constituem violação das regras de campanha por parte dos candidatos, bem como adotar os procedimentos necessários para apurá-los; realizar reunião destinada a dar conhecimento formal das regras da campanha aos candidatos considerados habilitados ao processo de escolha popular; realizar a apuração dos votos e lavrar a ata de votação; analisar e decidir, em primeira instância administrativa, os pedidos de impugnação e outros incidentes; providenciar a confecção das cédulas de votação.

Quatro fases

O processo de escolha dos futuros conselheiros tutelares compreenderá as seguintes fases:

– Aprovação dos requisitos de inscrição;

– Prova escrita de conhecimento sobre os direitos da criança e do adolescente, de caráter eliminatório e classificatório;

– Avaliação psicológica da personalidade, de caráter eliminatório, que ateste que o candidato possui personalidade compatível para o exercício do cargo de conselheiro tutelar;

– Escolha Popular, através de votação aberta à população, de caráter classificatório.

Jornada de trabalho

Os candidatos aprovados, eleitos e nomeados como membros titulares, conforme artigo 29 da Lei Municipal nº 4.486/2015, ficarão sujeitos à jornada de trabalho de 8 horas diárias, de segunda a sexta-feira.

Também participarão do plantão e da escala estabelecida entre os próprios membros do Conselho Tutelar para os períodos noturno, sábados, domingos e feriados.

Os membros suplentes do Conselho Tutelar assumirão a função dos membros titulares nos casos de substituição de férias, licenças e vacância da titularidade.

Requisitos

Os principais requisitos para participar do processo de escolha:

– Ter idade igual ou superior a 21 anos; residir no município de São José do Rio Pardo, por no mínimo, dois anos;

– Ter concluído comprovadamente o ensino superior;

– Apresentar declaração de experiência na promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente, expedida pelo empregador, com reconhecimento de firma, ou representante da unidade de estágio reconhecida na área de graduação universitária, ou da fotocópia do alvará de profissional autônomo.

 

Confira também

Site recebe a partir desta terça cadastro para lista de ‘não perturbe’ do telemarketing

Segundo informações publicadas no site do G1, os consumidores que não desejam receber ligações de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *