domingo , 5 abril 2020
Início / Cidade / Professor Nagai promove um curso de alfaterapia e hipnose
Professor Massakazu Nagai marcou o curso para este domingo, 2, e dia 9

Professor Nagai promove um curso de alfaterapia e hipnose

Ele explicou sobre a técnica e seus benefícios no combate a depressão, ansiedade, fobias, traumas e até obesidade

O professor Massakazu Nagai, conhecido em todo o país  por seu trabalho com alfaterapia, formado em Medicina Tradicional Chinesa, Hipnose e Alfagenia, além de especialista em Acupuntura, irá ministrar um curso em São José do Rio Pardo, cidade em que passou a adolescência. Nagai já participou de vários programas de TV, no qual o foco sempre foi falar sobre os benefícios da hipnose, e sobre seu trabalho com alfaterapia, marca que ele mesmo criou.

Massakazu concedeu uma entrevista à Gazeta do Rio Pardo, para explicar sobre o significado da técnica alfaterapia, e informar sobre os benefícios para tratamento de transtornos psicológicos.  

Hipnose

“As pessoas tem um conceito errado sobre a palavra hipnose. Elas pensam que serão dominadas e terão a mente manipulada. Não é assim. Fiz vários cursos de hipnose e eu cheguei à conclusão que a palavra é meio assustadora. As pessoas tem medo dela. Quando você chega em um auditório, em uma palestra ou em um grupo de várias pessoas e fala que vai fazer hipnose, as pessoas travam. Se assustam. Na década de 70, os primeiros hipnólogos que faziam shows abertamente, usavam a palavra hipnose, e hipnotizavam um grupo de 10% que era composto por pessoas mais suscetíveis. Com isso, eles faziam shows, faziam as pessoas comerem cebola, e aqueles números que as pessoas veem na televisão. Eu já fiz isso na TV, mas não gosto de mostrar esse lado. Gosto de mostrar o lado terapêutico. Por isso o nome alfaterapia. Descobri que alfa é a mesma frequência usada na hipnose”, conta.

Alfaterapia

“Quando a pessoa está em estado alfa, ela fica sonolenta, entra naquele estado em que está quase dormindo. A pálpebra fica pesada, ela fica com preguiça de abrir os olhos. Todo mundo passa por esse estágio naturalmente antes de dormir. Nesse processo da cabeça balançar de um lado para o outro, você já entrou no estado alfa. Nesse estágio o terapeuta faz com que o cliente descubra de onde vem os seus traumas, bloqueios, fobia, medo, ansiedade, compulsão por comida, entre outras coisas”, prossegue.

“Por exemplo, uma pessoa obesa, compulsiva por comida, muitas vezes ela tem esse problema porque o subconsciente dela passa informações de que ela precisa comer, ou adoecerá. Tem gente que quando começa a sentir fome, passa mal. Antigamente, quando éramos crianças, as mães falavam para comermos, se não iríamos adoecer. Essa crença negativa fica condicionada na memória da criança. Depois de adulta, a pessoa esquece isso, mas se torna compulsiva e come demasiadamente. Na alfaterapia você faz a regressão de memória, faz com que esse indivíduo descubra de onde vem essa crença errada que foi instalada em sua mente, e fazemos o processo de ressignificação. Faço a pessoa deletar a informação negativa, tiro do subconsciente e coloco uma nova informação”, informa.

“A Alfaterapia é a terapia que mais surte efeito no tratamento de ansiedade, estresse, depressão, fobias e pânico. É uma das terapias que mais está crescendo no Brasil e no mundo. Antigamente isso era visto como uma prática de charlatões, hoje temos três conselhos que já regulamentam: Conselho de Medicina, Conselho de Odontologia, Conselho de Psicologia, e o sindicato ao qual eu pertenço, que é o Sindicato Nacional de Terapeutas Naturistas, que também reconhece a hipnose, a alfaterapia e os meus cursos de formação terapêutica”, completa.

“No estado alfa, a pessoa está lúcida, consciente, e tem livre arbítrio. A pessoa fica relaxada ouvindo o terapeuta normalmente, e descobre de onde vem o problema que ela possui. Uso a alfaterapia para pessoas que tem dores crônicas. Dor crônica é diferente de dor aguda. Se você caiu e se machucou é uma coisa, agora se você carrega uma dor, e não teve nenhum tipo de acidente, de fratura, lesão, e a dor apareceu de uma forma natural, existe o fator psicossomático. Hoje já se fala muito em medicina psicossomática. É a mente sobre o corpo, ou o corpo sobre a mente. Existe uma causa para você estar com aquele sintoma. Hoje a medicina tradicional fala em terapias complementares ou alternativas”, prossegue.

“A alfaterapia é bem rápida. Principalmente quando se trata de fobia, são duas ou três sessões no máximo. No caso da depressão, existe um leque muito grande, então demora um pouco mais. Ela pode ser mágoa, culpa, ressentimento, complexo de inferioridade, entre outras coisas. Eu tive depressão. Pensava ser devido a minha infância, dificuldades, mas não tinha a ver com isso. Eu fiz uma auto hipnose e descobri que meu problema era uma herança da minha mãe. Ela já tinha depressão, viveu no pós-guerra do Japão, quando o país foi massacrado em 1945. Nessa época ela tinha sete anos de idade. Imagine o pânico que ela desenvolveu, fobias e depressão por ter perdido amigos e parentes. Então a minha depressão vinha da minha mãe. Muita gente não sabe disso. A média de sessões para depressão, é de cinco a dez”, comenta.

“Algumas pessoas perguntam se todo mundo é capaz de entrar em estado alfa. A resposta é sim. Só não consigo induzir pessoas que tem déficit mental. Se a pessoa não consegue entender minha linguagem ela não consegue usar a imaginação”, informa.

Paciente

A paciente Rita de Cássia Dutra, do Rio de Janeiro, procurou tratamento com o professor Nagai, pois sofria de obesidade, depressão e ansiedade. Rita pesava 86,6kg quando iniciou seu tratamento. Após 10 meses de terapia, eliminou 29 kg.

“Além do emagrecimento aprendi com a terapia a me alimentar corretamente, escolhendo os alimentos mais saudáveis e naturais. Melhorei minha autoestima e auto imagem. Descobri que tudo está no equilíbrio mental e emocional. Agradeço ao professor e terapeuta Nagai por tudo o que fez por mim e recomendo”, diz a paciente.

Curso

O curso promovido e ministrado pelo professor Nagai, será realizado no Centro de Treinamento e Reabilitação Atletinhas, na rua Marechal Deodoro, 205, no Centro.

O evento acontece nos dias 02 e 09 (serão duas turmas) de fevereiro, das 8h30 às 18h30. Das 08h30 às 10h00, terá uma introdução gratuita.  Os tópicos abordados serão:

-Técnicas de relaxamento físico e mental;

– Regressão de memória para superar o estresse, depressão, ansiedade, fobias, traumas, pânico e obesidade;

 – Técnicas de indução em alfa em apenas 45 segundos;

-Reprogramação mental para auto cura;

– Técnicas com o uso do pêndulo para eliminar dúvidas.

“A procura pela alfaterapia tem aumentado, mas algumas pessoas ainda tem resistência a isso. Tem um certo receio. Por esse motivo estou montando meu curso. É um curso aberto, qualquer pessoa pode participar. As pessoas são livres para conhecer o curso. Lembrando que depois que conhecerem, vou dar um curso de formação com certificado válido em todo território nacional, reconhecido e com apoio do Sindicato Nacional do Terapeutas Naturistas”, explica Nagai.

Atendimento

Nagai realiza atendimentos durante a semana, faz sessões de alfaterapia, acupuntura, shiatsu e massagem. Seu endereço fica localizado na Rua Dr. João Gabriel Ribeiro, nº 51, no Centro.

Para mais informações sobre o curso de Alfaterapia e atendimento em geral, entre em contato pelo número (19)98726-0169, acesse o site www.mnagai.com.br ou envie um e-mail para massanagai@gmail.com.

Por Júlia Sartori

Confira também

Aderindo à orientação estadual, escolas municipais também têm atividades online para os alunos

Seguindo orientações da Secretaria Estadual de Educação e para garantir a continuidade do desenvolvimento e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *