Início / Cidade / Prédio da UPA será ambulatório de especialidades
UPA será transformada em AME

Prédio da UPA será ambulatório de especialidades

O prédio da UPA, concluído em junho de 2018 e ainda não utilizado, começará a ser preparado a partir de agora para virar uma AME (Ambulatório Médico de Especialidades) municipal. Para lá irão os serviços de oncologia e ultrassonografia, além de atendimentos em cardiologia, otorrinolaringologia e oftalmologia. Espera-se que até o final deste semestre as adaptações necessárias estejam concluídas e tais serviços, ou a maior parte deles, comecem a funcionar. As informações são da secretária municipal de saúde Márcia Biegas.

“O prédio será mais útil ao município se for um ambulatório de especialidades”, confirmou ela ao jornal nesta última sexta-feira, dia 22. Márcia lembrou que o Pronto Socorro já teve a primeira etapa da reforma concluída  e está iniciando agora a segunda etapa, ampliando assim consideravelmente o espaço físico e o atendimento à população. “O município não comporta um Pronto Socorro com aquele porte e uma UPA, razão pela qual optamos pelo ambulatório de especialidades no prédio da UPA”.

Márcia negou que o prédio esteja abandonado e disse que já há um sistema de monitoramento instalado, com uma empresa de segurança responsável por isso. Ela foi esta semana com a enfermeira responsável pelo serviço de oncologia ao local, para que os ajustes necessários à transferência dessa especialidade para lá sejam definidos. Além desta e das demais especialidades citadas, a parte administrativa da Secretaria Municipal de Saúde também deverá ir para lá.

A secretária lembrou ainda que o Ministério da Saúde lançou em 2018 uma portaria, mediante a qual as cidades que quisessem usar os prédios da UPA para outra finalidade providenciassem os documentos necessários. Foi dado o prazo de até 31 de março deste ano para isso e a Prefeitura rio-pardense enviou tudo em janeiro, aguardando apenas o OK do governo federal.

USF Natal Merli

A Unidade Saúde da Família (USF) do bairro Natal Merli terá o alambrado e os portões sendo instalados a partir da próxima semana, para depois serem também colocadas câmeras de segurança. Após isso, a empresa responsável pelo projeto voltará e concluirá as obras. Os equipamentos necessários ao funcionamento da USF, avaliados em R$ 149 mil (a verba veio em 2018), já estão encaminhados. Aquela unidade está fechada há seis anos.

 

 

Confira também

Ponte da Ilha São Pedro está interditada

Quatro cabos de aço estão comprometidos e apenas um está em boas condições Há 15 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *