sábado , 16 outubro 2021
Início / Cidade / Municípios da região são contemplados com casas populares

Municípios da região são contemplados com casas populares

Governo anunciou três modalidades de projetos para famílias de baixa renda

O Governo do Estado anunciou, nesta quarta-feira (29), investimento de R$ 1,1 bilhão para construir 10,5 mil unidades habitacionais em 87 municípios do estado nas três modalidades do programa Nossa Casa: CDHU, preço e apoio.

O secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, destacou que as três modalidades de projetos habitacionais vão atender a população de baixa renda.

Pela modalidade “Nossa Casa-CDHU” serão 6.964 unidades. As casas serão construídas em parceria com os municípios que doaram os terrenos. São imóveis com dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. O financiamento prevê juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos.

Outras 2.566 unidades serão construídas pela modalidade “Nossa Casa-Preço Social”. A prefeitura cede o terreno e uma empresa privada constrói o empreendimento. Parte das unidades tem preço social, ou seja, com valor bem reduzido em relação ao preço normal, para famílias de baixa renda, residentes em áreas de risco e famílias que recebem auxílio aluguel municipal. O restante das unidades habitacionais é comercializado pela empresa a preço de mercado.

Estes imóveis têm dois dormitórios com 45 m² de área útil (casas) e 40 m² (apartamentos). Os valores dos imóveis a preço social são fixados conforme critério populacional: R$ 120 mil para cidades das regiões metropolitanas; R$ 110 mil nas cidades acima de 250 mil habitantes e R$ 100 mil nas abaixo de 250 mil habitantes.

As 989 unidades restantes serão pela modalidade Nossa Casa-Apoio, com a entrega de cheque moradia às famílias com renda mensal de até três salários mínimos, como subsídio para efetivarem a compra do imóvel, junto às construtoras. O subsídio é usado para abater o valor final na assinatura do contrato de financiamento habitacional e o comprador pode contar ainda com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional, quando disponível. Desta forma, o valor das prestações fica compatível com a capacidade de pagamento das famílias.

Esta modalidade é aberta a qualquer pessoa, desde que seja aprovada pela Caixa Econômica Federal, que concederá o financiamento habitacional das moradias.

Na nossa região, de acordo com lista publicada pelo Governo do Estado, serão contempladas as cidades de Caconde: 33 unidades habitacionais; Casa Branca: 189 casas; Divinolândia: 80 moradias.

IMAGEM: Reprodução CDHU

Confira também

Unir vacinou 70 animais contra a cinomose

Segundo Alessandra Freire Paolielo, da Ong Unir, a entidade promove campanhas para vacinar animais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *