segunda-feira , 1 março 2021
Início / Cidade / Vacinação dos profissionais da saúde no município começa amanhã
Dr. Hamilton Torres, Paulo Boldrin e Gisele Flausino participaram da coletiva de imprensa

Vacinação dos profissionais da saúde no município começa amanhã

Cidade recebeu um lote com 880 doses da CoronaVac

A Secretaria Municipal da Saúde, em conjunto com a Vigilância Epidemiológica, promoveu uma coletiva de imprensa hoje, 21 de fevereiro, no Centro de Saúde, para noticiar oficialmente o início da vacinação contra a Covid-19 no município. A primeira fase da imunização começa amanhã, dia 22.

O primeiro lote de vacinas da CoronaVac, chegou hoje pela manhã, contendo 880 doses, que serão destinadas aos profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à doença.  

Paulo Boldrin, secretário municipal da saúde, Gisele Flausino, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, e o médico Hamilton Torres, participaram da coletiva e sanaram algumas dúvidas sobre o assunto.

“Nossa cidade tem 1.680 profissionais da saúde.  Acreditamos que na próxima semana já chegue um número restante de doses para completarmos a fase da primeira dose de todos os profissionais da saúde. Assim como a DRS recomenda, vamos dar prioridade essa primeira semana, aos profissionais que atuam diretamente na linha de frente. Vacinaremos os enfermeiros, médicos, técnicos de enfermagem do Pronto Socorro e do hospital, todos aqueles que tem contato direto com a UTI Covid, profissionais do PPA Central e Pediatria, os funcionários do Samu, motoristas, que tem contato direto com os pacientes, profissionais dos laboratórios que manipulam as amostras dos exames. Vacinaremos também o pessoal que trabalha nas residências terapêuticas, residências inclusivas, e asilos”, declarou.

Segundo o secretário, a promessa do Governo e da DRS, é de que a cidade receberá lotes semanais da vacina. No entanto, a quantidade de doses ainda é incerta.

“Hoje estamos dando o pontapé inicial para vencer a batalha, mas ainda não vencemos a guerra com relação a pandemia. Conforme nós recebermos mais aportes de vacinas, ampliaremos gradativamente a administração nesses profissionais da saúde. Vamos incluindo os setores à medida que tivermos esse aporte”, explicou Gisele.

A primeira profissional a ser vacinada foi a enfermeira Sueli, que trabalha na sala de vacinas.

Dr. Hamilton pediu paciência e confiança aos rio-pardenses. “O Brasil é o país que mais sabe aplicar vacina no mundo. Tem uma competência enorme. Peço que as pessoas confiem na vacinação. Precisaremos ter também paciência, porque o processo vai ser gradativo. Mas todos serão vacinados”, ressaltou.

Segundo Gisele, a estratégia do Ministério da Saúde será seguida, e não será aberta uma nova etapa para um segundo grupo de vacinação, enquanto o processo do primeiro grupo não for concluído.

O intervalo de administração entre a primeira e segunda dose, é de 21 dias.

“A previsão para o início da vacinação em idosos acima de 75 anos, é que comece no dia 8 de fevereiro. Mas há uma questão de matéria prima, para poder dar continuidade na produção. Até o momento, ainda não temos a certeza de que esse calendário será mantido”, encerrou.

Confira também

Prefeitura decretará novo pacote de restrições por 15 dias

Em reunião realizada na noite de ontem, quarta-feira (24), o comitê de enfrentamento à pandemia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *