Início / Cidade / Tempestades e raios devem ir até março

Tempestades e raios devem ir até março

Tempestades e raios devem ir até março

O Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) alerta que o Brasil continua passando por umatemporada de chuvas e raios, tal qual aconteceu no final do ano passado, e que deve perdurar até março. Pode ocorrer aumento na incidência de raios nas regiões Sul, Nordeste e Norte.

Na região Sul a elevação de descargas elétricas deve ocorrer principalmente no final do verão. Já as regiões Sudeste e Centro-Oeste deverão receber raios com incidência levemente abaixo da média.

De 2000 a 2013, 1.672 pessoas morreram atingidas por descargas atmosféricas no país. No ano passado, só em novembro, foram cerca de 100 mortes, número levemente inferior ao registrado nesse mesmo período do ano anterior.

O município de São José do Rio Pardo registra uma média de densidade de descargas atmosféricas de 8.15 por km2 ao ano, ocupa o número 1.780 no ranking de densidade nacional e o número 298 no ranking estadual.

Ainda de acordo com o ELAT, a maioria dos acidentes (24%) ocorredurante a realização de atividades rurais, 16% dentro de casa, 12% próximo a um veículo, 9% embaixo de árvore, 9% jogando futebol, 6% sob coberturas (varandas, toldos, deques), 5% na praia e outros (21%).

Das vítimas fatais, 81% são homens e 19%, mulheres; pessoas de 0 a 19 anos representam 25%; de 20 a 39 anos, 43%; de 40 a 59 anos, 23%; de 60 anos ou mais, 9%. A maioria dos casos acontece no verão (43%) e naprimavera (34%).

 

Alerta da CPFL

Além de ferimentos graves e mortes, os raios podem causar diversos prejuízos materiais à população, portanto, a CPFL Paulista faz um alerta para que as pessoas fiquem atentas na rua ou em casa quando uma tempestade se aproxima. Eles podem atingir pessoas e imóveis diretamente ou mesmo por meio de objetos metálicos ou equipamentos elétricos, telefonia, antenas externas, rede de TV e Internet via cabo ou rede de energia.

Segundo a companhia, existe o perigo de a descarga atmosférica atingir uma pessoa por meio do aparelho elétrico. Um raio pode fazer com que o eletrodoméstico, TV, computador ou até mesmo o celular queime. Manusear aparelhos elétricos em áreas com água, como pias ou banheiros, por exemplo, é sempre perigoso. A alta tensão também pode chegar ao equipamento através da conexão com uma antena externa. Recomenda-se sempre desligar da tomada e retirar a conexão com a antena externa quando uma tempestade se aproxima. Para evitar riscos é aconselhável não usar aparelhos eletrônicos em locais abertos durante tempestades.

 

Orientações

– Nunca utilize telefone com fio ou aparelho conectado à tomada durante uma forte tempestade com incidência de raios.

– Se precisar fazer uma ligação, dê preferência aos celulares.

– Deixe para carregar os smartphone em outro momento e sempre opte por usar o notebook na bateria e pela rede Wi-Fi, dispensando o uso de fios.

– Os cabos telefônicos, cabos de TV por assinatura e fiação de antenas são capazes de conduzir a corrente elétrica até os aparelhos. Por isso, é aconselhável retirar os aparelhos eletrônicos (normalmente mais sensíveis) das conexões com rede de telefonia, TV a cabo e antena externa.

– Sempre que puder, instale dispositivos de proteção contra surtos e aterre a rede elétrica da residência ou comércio.

– Ao ver um fio caído na rua, a pessoa deve manter uma distância segura. Não se deve se aproximar ou tocar nos cabos e deve acionar a responsável imediatamente.

– Quando ouvir os trovões, nunca fique em campo aberto. Procure abrigo imediatamente em construções e feche os vidros e janelas.

– Durante temporais, evite aglomerações.

– Evite ser o ponto mais alto das proximidades ou estar próximo dele.

– Se não for possível se abrigar, agache-se, com as mãos na nuca e pés juntos.

– Não fique embaixo de árvores ou próximo a torres.

– Nunca fique dentro ou perto de reservatórios de água, como piscinas, o mar, lagos ou rios.

– Não fique perto de construções ou objetos metálicos que tenham ligações com o exterior, como janelas, cercas ou varais metálicos.

– Não segure objetos metálicos nas mãos, se estiver em campo aberto.

– Se estiver na estrada ou na rua, dentro de um veículo, feche os vidros e permaneça no seu interior.

 

Confira também

PAT consegue 106 empregos em 51 dias

Posto faz 400 atendimentos por semana e tem quase 3 mil cadastros O Posto de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *