quarta-feira , 22 setembro 2021
Início / Cidade / Silvinho Torres desmente Democrata

Silvinho Torres desmente Democrata

Em nota enviada à Gazeta do Rio Pardo, assinada por seus advogados, o candidato Silvinho Torres rebate o que considera “mais um ataque premeditado com falseamento da verdade, por parte do jornal Democrata”, publicado na edição do dia 7/11.

Segue a nota:

Em resposta aos apontamentos feitos pelo Jornal Democrata, o candidato Silvio Torres esclarece que:

•       O processo em trâmite na 1ª Vara Cível de Salvador se refere a ação ajuizada em face da empresa Motriz Veículos e Peças, sendo que os valores cobrados são de inteira responsabilidade do Sr. Lupercio França Torres (Lupercinho), tendo em vista que o Sr. Silvio Torres, há mais de 25 (vinte e cinco) anos, não pertence ao quadro da sociedade da referida Empresa.

•       O caso ainda está pendente e a empresa Motriz já indicou nos autos diversos bens, suficientes para pagamento integral do valor efetivamente devido.

•       A situação já foi esclarecida nos autos e está pendente de apreciação pela Douta Juíza Maria Helena Peixoto Mega desde 21/09/2020, de modo que não há trânsito em julgado em relação ao despacho divulgado pelo Jornal Democrata.

•       Com relação a divulgação feita pelo mesmo Jornal, afirmando que o candidato Silvio Torres não informou à Justiça Eleitoral um terreno de sua propriedade, em representação protocolada junto à mesma Justiça foi deferido ao candidato Silvio Torres o direito de resposta ante as inverdades publicadas pelo editor Sr. Marcio Chaves, tendo em vista que o referido editor mentiu.

•       Por oportuno, o candidato Silvio Torres, em função da mentira publicada, sentindo-se ofendido moralmente e injuriado, ingressou com ação cível em face do mesmo editor do Jornal Democrata – Sr. Marcio Chaves.

O candidato da Coligação Amor por São José declarou que a campanha difamatória do referido jornal “está atrelada ao candidato Márcio Zanetti, que é apoiado abertamente pelos responsáveis do Democrata”.

Silvinho diz que “já obteve direito de resposta judicialmente a respeito de uma mentira divulgada em edição recente do mesmo jornal, sobre sua declaração de bens à Justiça Eleitoral e que está processando o editor Márcio Chaves e o proprietário Carlos Ristori nas áreas cível e criminal, por danos morais e injúria”.

Gazeta já divulgou essa informação na semana passada, junto com a notícia de que o promotor de justiça de São José do Rio Pardo, dr. José Cláudio Zan, está processando o mesmo Márcio Chaves por calúnia e difamação, em função do que Chaves publicou no jornal e no site do Democrata contra essa autoridade.

Direito de resposta

A propósito da decisão judicial, havendo o dever de informar e sendo o assunto de interesse público, Gazeta do Rio Pardo veicula a seguir o direito de resposta que o Democrata foi obrigado a publicar:

“POSTAGEM POR ORDEM DA JUSTIÇA, PROFERIDA EM AÇÃO DE DIREITO DE RESPOSTA QUE SILVIO FRANÇA TORRES APRESENTOU CONTRA MARCIO CURVELO CHAVES – EDITOR DO JORNAL DEMOCRATA –  ANTE AS NOTÍCIAS INVERÍDICAS POSTADAS.

SILVIO TORRES VEM A PÚBLICO INFORMAR QUE O EDITOR DO JORNAL DEMOCRATA –  MARCIO CURVELO CHAVES – MENTIU AO ACUSÁ-LO DE NÃO TER APRESENTADO À JUSTICA ELEITORAL EM SUA “DECLARAÇÃO DE BENS” UM TERRENO ADQUIRIDO POR USUCAPIÃO.  O IMÓVEL FOI DEVIDAMENTE APRESENTADO CONFORME RESTOU DEMONSTRADO.”

POR OPORTUNO SILVIO TORRES INFORMA QUE EM FUNÇÃO DA MENTIRA PUBLICADA, SENTINDO-SE OFENDIDO MORALMENTE E INJURIADO, TAMBÉM REPRESENTOU NA ÁREA CÍVEL E CRIMINAL, CONTRA MARCIO CURVELO CHAVES, EDITOR DO DEMOCRATA”.

SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, 06 DE NOVEMBRO DE 2020.

Confira também

Processo seletivo para professores da rede estadual

O Centro de Inovação da Educação Básica Paulista (CIEBP) oferece vagas para professores efetivos da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *