sexta-feira , 27 novembro 2020
Início / Agricultura / Semana da Agricultura teve 150 participantes
Renata Dalbon no estúdio da Difusora: produtor está atento às inovações

Semana da Agricultura teve 150 participantes

Palestras foram ministradas pela internet, visando preparar o agricultor para gestão de negócios e técnicas

No dia 28 de julho, o ‘Jornal do Meio Dia’, exibido na rádio Difusora, recebeu como entrevistada Renata Vechini Dalbon, diretora de Meio Ambiente da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, interlocutora do programa Município ‘VerdeAzul’ e ‘Cidadania no Campo’, além de membro do ‘Comitê da Bacia Hidrográfica do Pardo’. Renata falou sobre a ‘Semana da Agricultura’, que teve 130 produtores rurais participantes, e ações que estão sendo tomadas pela Secretaria Municipal durante a pandemia do novo coronavírus.

Semana do Agricultor

“A Semana do Agricultor teve início no dia 27 de julho. É uma semana voltada para que o agricultor possa ver o mundo de uma forma diferente, perceber que o conhecimento transforma a vida das pessoas e das famílias. Estamos buscando sensibilizar o agricultor para que ele possa ser o autor do seu próprio conhecimento, levando a entender que ele pode aprender em comunidade, em rede, e sozinho através da conectividade, ampliando seus contatos, conhecimento e mentorias. É preciso que o agricultor fique atento a essas mudanças tecnológicas que o mundo está nos oferecendo. Ele precisa ter a certeza de que é capaz, e que ele é responsável por essa mudança. Tenho certeza que depois dessa ‘Semana da Agricultura’, eles vão perceber o quão incrível é ser agricultor”, afirmou.

“A programação foi realizada pensando em tudo o que foi diagnosticado nos meses anteriores, de acordo com a realidade que esses agricultores vivenciam no nosso município. Essa semana está sendo um laboratório na mudança de postura e atitude, para que o agricultor tenha sucesso. Todas as ações são virtuais e elas tratam parte da gestão do negócio e trazem um pouco de informações sobre a parte técnica”, relatou.

“Tivemos uma palestra sobre ‘A importância do planejamento na propriedade rural’, depois nosso secretário falou sobre irrigação e cobrança no uso de água. Tivemos palestras sobre ‘ Atitude e comportamento de um agricultor de sucesso’, ‘ Comercialização na pecuária de gado de corte’, ‘Produção de leite a pasto’, falamos também sobre sucessão familiar e associativismo no campo. Os outros temas foram ‘Cafeicultura’ na região, ‘Importância dos controles financeiros no campo’, ‘Agricultura orgânica’ e ‘Rastreabilidade’. São temas que estão de acordo com a necessidade dos agricultores”, explicou Renata.

“Tivemos 130 inscrições, ou seja, 130 produtores rurais participando da ‘Semana da Agricultura’. Isso nos deixa muito felizes porque nos mostra que o produtor está atento às inovações, os filhos dos produtores estão ajudando os pais a utilizar as ferramentas. Percebemos com isso o início da sucessão familiar, o despertar do interesse do filho em apoiar o pai, em relação aos assuntos que foram pautados. Eu acredito que a tecnologia está sendo ótima e deve ser adotada e praticada”, encerrou Renata.

Ações

“Continuamos trabalhando sempre atentos a prevenção do Covid-19. As famílias estão vivendo uma tensão nesse período de incertezas e medo. Nós da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente consideramos que as questões ambientais, sociais e emocionais, precisam ser cuidadas. As pessoas estão recebendo orientações. Estamos fazendo nosso trabalho por telefone, WhatsApp, chamada de vídeo, levando informações e recados”, contou.

“Estamos aproveitando este momento para finalizar planos que são de extrema importância para o município. Já finalizamos o plano de qualidade do ar, estamos quase no fim do plano de conservação e uso do solo, de educação ambiental e arborização urbana. Continuamos os trabalhos com o viveiro municipal, doação de mudas, manutenção das praças, jardins, logradouros, e os cuidados com os animais da Ilha. Estamos aproveitando para fazer novas parcerias entre o público e privado, e ampliando as parcerias com as escolas do município”, relatou.

Confira também

Rodrigo Ribeiro, o “Buiu”, fala sobre referência negra, racismo, e projeto pessoal

Para ele, lei deveria ser mais severa com relação ao racismo No dia 9 de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *