sexta-feira , 23 outubro 2020
Início / Cidade / ‘Rio Pardo 2050’ dá início ao Programa de Formação de Professores na cidade
Ana Beatriz Maia, professora representante do ‘Programa de Formação de Professores’

‘Rio Pardo 2050’ dá início ao Programa de Formação de Professores na cidade

Foco das oficinas é a preparação dos professores para desenvolver o tema com os alunos

Ana Beatriz Maia, professora representante do ‘Programa de Formação de Professores’, que tem como objetivo principal tratar com crianças e adolescentes o tema Rio Pardo 2050 nas escolas, participou do “Jornal do Meio Dia”, na terça-feira, dia 1º de setembro, para contar sobre o novo programa, que é considerado de extrema importância para o andamento do projeto.

“O Rio Pardo 2050 abrange diversas áreas de desenvolvimento da cidade, especificamente a parte do Programa de Formação de Professores, da área de educação, que é ligado à Secretaria Municipal de Educação. Ele começou na segunda-feira, dia 31 de agosto”, disse.

“Estamos fazendo uma formação com os professores e gestores, na área de educação municipal. Foi contratada uma equipe pela Agência de Desenvolvimento que fez o programa do projeto Rio Pardo 2050 em convênio com a Secretaria Municipal de Educação. No momento estamos fazendo o projeto online, por conta da pandemia, mas foi programado para ser feito presencilamente”, contou.

“Estão sendo desenvolvidas quatro oficinas, pelas professoras Sofia Ratz, Leiri Valentim, pelo Marcos de Martini e por mim, direcionadas para os professores e gestores da área da educação.  O curso de formação para o pessoal do sistema da rede municipal de ensino foi durante essa semana, dentro da Semana da Educação, que é um projeto da Secretaria da Educação. O curso foi desenvolvido em dois períodos, manhã e tarde, com as oficinas online. Cada um tem o tempo de duração de uma hora, no qual os professores responsáveis desenvolvem alguns temas importantes para relacionar com o projeto Rio Pardo 2050”, destacou.

Oficinas

“Um dos temas de uma das oficinas, por exemplo, é sobre o papel do cientista na sociedade atual. Outro é sobre o papel da mulher, do feminismo para o desenvolvimento da ciência, e outros temas relacionados a educação, como história da cidade. Além da educação patrimonial, que mostra como os patrimônios e monumentos da cidade podem ser utilizados na formação das crianças e adolescentes”, completou. “Inicialmente o curso está sendo desenvolvido com o pessoal da rede municipal, mas ele será estendido à rede estadual de educação e escolas particulares”.

“Além das oficinas que estão sendo desenvolvidas com as aulas remotas, planejamos um material que é um caderno de oficinas para serem desenvolvidas nas escolas com os alunos, levando temas importantes como valores éticos, práticas de cidadania, e relacionado aos temas que foram levantados nas oficinas dos professores”, disse.

Propósito

“O propósito da área da Educação do Rio Pardo 2050 é a ideia de levar aos futuros cidadãos que estão sendo formados em nossa cidade esse projeto, que diz respeito ao futuro deles. O programa está em uma fase de computação dos dados, foi feita uma pesquisa social, na área socioeconômica, já estão saindo os resultados.Também teremos dados da juventude, dos setores de produção, comércio, entre vários outros”, contou.

“Não dá para pensar em um projeto futuro, sem a educação. É justamente na escola que temos a potencialidade de formar os cidadãos. A cidadania é um interesse público, não é só da escola a responsabilidade, mas ela tem sim um papel fundamental no desenvolvimento desses valores éticos e na prática da cidadania”, encerrou.

Confira também

Confira o que os candidatos a prefeito já disseram nos programas de rádio

Jornal traz a síntese das propostas e promessas já feitas pelos quatro candidatos rio-pardenses Os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *