segunda-feira , 12 abril 2021
Início / Cidade / Obra do esgoto espera os R$ 12 milhões
Recursos para a obra do esgoto foi uma das pautas na primeira reunião do Projeto Rio Pardo 2050 com a Prefeitura

Obra do esgoto espera os R$ 12 milhões

Prefeitura precisa arranjar R$ 5,5 milhões e, por enquanto, tem apenas R$ 500 mil

A conclusão das obras do esgoto depende ainda de aproximadamente R$ 12 milhões. Deste total, R$ 6,5 estão depositados na Caixa e a Prefeitura precisa disponibilizar os outros R$ 5,5 milhões. O montante se refere à parte que o município se obrigou a executar com seus próprios recursos no contrato do projeto global de saneamento.

Até o momento, a gestão conseguiu provisionar apenas R$ 500 mil, o que não assegura o reinício dos serviços e o município segue buscando alternativas. Uma delas foi parcelar em duas vezes, garantindo R$ 2,5 milhões para o ano de 2022 o restante para 2023. Mas a CEF ainda não se posicionou.

Outra possibilidade, de acordo com o prefeito, é recorrer ao Ministério Público para buscar os recursos do Fundo de Interesses Difusos (FID) – composto por depósitos oriundos de processos judiciais ou administrativos que são pagos à Justiça. Em São José o montante seria de aproximadamente R$ 3 milhões. Ainda assim faltariam R$ 2 milhões.

Projeto Rio Pardo 2050

As explicações foram mencionadas na noite da última quinta-feira (18) durante reunião de integrantes do Projeto Rio Pardo 2050 com o prefeito e parte de sua equipe. O encontro tratou do andamento das ações constantes no plano de desenvolvimento elaborado para o município, sendo que a principal diretriz é a conclusão das obras do esgoto.

“Parte da equipe já estava por dentro do que era o projeto e essa reunião foi para alinhar as ações prioritárias sobre o que foi apontado na redação do plano. Montamos grupos técnicos para ajudar a Prefeitura a desenrolar a obra do esgoto. Também discutimos os eixos de agricultura e turismo”, explicou Maurício Ferreira, da Agência de Desenvolvimento, organismo responsável pela elaboração e acompanhamento da execução do projeto Rio Pardo 2050.

As reuniões para acompanhamento dos cronogramas e atividades em andamento serão mensais. “Assim, a gente consegue monitorar os trabalhos”, disse.

Mobilização

O grupo do Projeto Rio Pardo 2050 se colocou à disposição para mobilizar autoridades e empresários no sentido de ajudar a sensibilizar o promotor José Cláudio Zan, em relação à causa, possibilitando a liberação dos recursos do FID, que são de sua responsabilidade no âmbito do município. 

Foi a primeira reunião do grupo com a equipe da gestão municipal e o cronograma é que os encontros para avaliação das diretrizes ocorram mensalmente em futuras reuniões.

Confira também

Madrugada de terror: bandidos dominam o centro e roubam bancos em Mococa

Por volta das 2h00 da madrugada desta quarta-feira, bandidos fortemente armados invadiram o centro de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *