quinta-feira , 2 julho 2020
Início / Cidade / Mesmo com datas das eleições indefinidas, partidos locais começam a definir quadros
A FEUC deverá ser, mais uma vez, uma das zonas eleitorais nas eleições de 2020

Mesmo com datas das eleições indefinidas, partidos locais começam a definir quadros

A maioria deles já tem os candidatos a vereador, mas nomes para prefeitos e vices aguardam convenções

As eleições municipais de 2020 ainda não têm datas oficiais definidas, embora o Congresso Nacional cogite realiza-las em novembro. Até o fechamento desta edição, nenhuma decisão havia sido tomada em Brasília.

Apesar disso, os partidos políticos de São José do Rio Pardo já se preparam e a maioria deles está com quadro de candidatos a vereador completo. As candidaturas, porém, a prefeito e vice ainda não estão definidas, exceto as do PTB e PSC – Márcio Zanetti e Daniel Salotti, respectivamente, são pré-candidatos a prefeito. O PT tem três nomes para o cargo, porém a definição ficará para o início de julho.

Confira, nesta matéria, como estão os preparativos dos partidos políticos rio-pardenses.

PSDB

Hélio Escudero, presidente do PSDB, diz que quadro de candidatos a vereador está completo, com 14 homens e 6 mulheres, a serem oficializados em convenção, em data a ser definida.

Ele confirma que haverá candidatura própria a prefeito e a vice, “e o partido hoje tem bons nomes, que estão sendo avaliados, mas que também só deverão ser confirmados na convenção”.

Ainda segundo Hélio, “o PSDB está mantendo conversações em busca de apoio do PSL e do DEM para prefeito e vice, para a coligação majoritária, já que a legislação não permite mais coligação proporcional”.

PSL

O PSL de São José do Rio Pardo, presidido pelo vereador Amilton Pizzoli, é outro partido com chapa completa para os candidatos a vereador, apenas aguardando a convenção para a confirmação oficial. O partido não deverá ter candidatura própria a prefeito e a vice, uma vez que está conversando com o PSDB para coligação sobre esses cargos.

PT

Miguel Paião, presidente do Partido dos Trabalhadores na cidade, diz que o quadro de candidatos a vereador está praticamente completo e a convenção municipal do PT, a ser realizada em data a ser definida, apenas oficializará tais candidaturas.

Quanto ao cargo de prefeito, Paião disse que a tendência do PT é ter candidatura própria este ano, havendo três nomes postos à disposição dos filiados: o dele próprio, o do professor Marcos de Martini e o do também professor Fabio Missura (que voltou ao partido).

“Até o início de julho teremos a definição do nome para prefeito”, previu. “O cenário local está muito bagunçado e, até agora, só há um candidato definido. Mas a gente sente que o cenário agora é totalmente diferente de 2016 e temos questões que gostaríamos de debater com a sociedade rio-pardense, como a questão racial, que em São José existe, mas de forma velada, além de outros temas importantes”.

PSC

Daniel Donizete Salotti, presidente do PSC local, também assegurou estar com o quadro a vereadores já formado e a ser oficializado na convenção. Ele revelou ser pré-candidato a prefeito pelo partido e o nome do vice será definido na convenção.

Sobre os motivos que o estão levando a ser pré-candidato, Daniel deu a seguinte explicação: “O povo está descrente dos políticos que só aparecem de 4 em 4 anos. Estou entrando para mudar isso, para fazer com que o povo comande a cidade e não mais os partidos, que ficam com picuinhas e paralisam o município. Mas quem quer que seja o próximo prefeito, é para o povo que ele tem que governar, não para os partidos”.

“O que está falando na cidade, que está totalmente sucateada, é administração. São José não tem empregos e precisa de novas empresas vindo para cá para gerar esses empregos. Mas as empresas só virão se o projeto do esgoto estiver pronto. E onde já se viu uma Prefeitura ter que alugar caminhão de lixo? Faz licitação e compra um caminhão, pois dinheiro para isso tem! A tarifa da água também tem que ser reduzida porque o rico não paga o que deve, o pobre é quem paga”, concluiu.

PTB

João Pelegrini, presidente do PTB há 12 anos, confirmou que o pré-candidato Márcio Zanetti é realmente o nome definido para a Prefeitura, mas que o vice só será escolhido depois, devendo ser um nome de consenso, a ser confirmado na convenção.

Sobre o quadro de candidatos a vereador, afirmou que “tudo já estava bem encaminhado, mas essa Covid atrapalhou e ficamos aguardando as decisões do Tribunal Regional Eleitoral”.

“Se nossos candidatos forem eleitos, vamos procurar fazer aquilo que seja de interesse da cidade, especialmente nas áreas da educação e da saúde, que são as mais precárias hoje. Tentaremos melhorar isso para que o nosso povo possa ir para a frente. Também é importante olharmos melhor para os nossos jovens e adolescentes, que são o futuro do país”, encerrou.

PSD

O ex-vice-prefeito na gestão de João Luis Soares da Cunha, Marcos Zanetti, é o presidente do PSD em São José do Rio Pardo. Ele disse ao jornal que o partido tem o quadro completo de candidatos a vereador e que terá candidato a prefeito nas eleições municipais, sem mencionar o nome.

“Na convenção do partido é que confirmaremos todos os nomes que vão concorrer à Câmara, confirmaremos o candidato a prefeito e escolheremos o vice, que poderá ser de alguma aliança com outro partido”, explicou.

Indagado sobre a situação política atual da cidade, comentou: “Está na hora de a Câmara Municipal parar de ser só oposição a quem estiver administrando a cidade. Tem que haver, sim, concorrência para a cidade crescer, mas não oposição e crítica sistemática como hoje é feita, por exemplo, contra a área da saúde do município”, afirmou.

“A nossa saúde continua sendo uma das melhores da região, mas só recebe crítica. Não é por aí. Temos que nos unir, amar a cidade. E esse é um dos motivos pelos quais sou contra a reeleição, pois se não houver reeleição a pessoa que for eleita para qualquer cargo fará o melhor possível durante 4 anos e depois sairá, para dar chance a outros”, encerrou.

DEM

José Carlos Zanetti, presidente do DEM, foi econômico em seus comentários acerca das eleições, mas assegurou que o partido, “reformulado, tem hoje bons nomes para a Câmara Municipal de São José do Rio Pardo”. E completou: “Está tudo bem encaminhado, nosso quadro (de candidatos a vereador) é bom e espero que tenhamos uma boa eleição”.

Sobre candidaturas para prefeito e vice, José Carlos confirmou que o DEM fará aliança com outros partidos locais, em coligação, sem indicações próprias. “Mas, com certeza, serão bons nomes para apoiarmos”, finalizou.

Confira também

Munícipes reclamam e Folharini fala em reativar semáforo na Av. Belmonte

“Entramos em contato com a empresa Sema Seg e pedimos uma visita técnica”, afirma o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *