segunda-feira , 16 dezembro 2019
Início / Cidade / Lançamento oficial do ‘Rio Pardo 2050’ será na quarta-feira, dia 13
Amélia Queiroz estará novamente em São José para o evento

Lançamento oficial do ‘Rio Pardo 2050’ será na quarta-feira, dia 13

O programa conta com a parceria de vários empresários da cidade, Câmara e Prefeitura

Na quarta-feira, dia 13 de novembro, no espaço Raddi, às 19h30, acontecerá o lançamento oficial do programa ‘Rio Pardo 2050’. Toda a população está convidada a participar, já que o projeto é sobre o futuro do município. O evento será apresentado por Amélia Queiroz, da Agência de Desenvolvimento Regional do Leste Paulista e Sul de Minas.

Claudinei Minussi, presidente do Sindicato Rural e agora membro da Agência de Desenvolvimento Rio Pardo 2050, falou ao jornal sobre o lançamento oficial do programa: “Já estamos trabalhando há alguns meses com esse projeto.  Ele vai ser lançado oficialmente no dia 13, mas na verdade já começou a ser trabalhado no dia 1º de outubro. Estamos convidando toda a população de São José do Rio Pardo. Será um dia especial para nossa cidade”.

“No dia do lançamento tudo será bem explicado para a população. É um programa fantástico. Se chama 2050 justamente pelo fato de preparar e fomentar a cidade para daqui a 30 anos. Além da apresentação feita pela Amélia, teremos algumas apresentações culturais, será tudo focado no Rio Pardo 2050”, explica Claudinei.

Programa

O programa conta com a parceria dos empresários da cidade para que ele seja implementado. O Município 2050 será bancado pelos donos de empresas e comerciantes que estão sendo envolvidos no projeto, além da Câmara Municipal e Prefeitura, que doaram recursos.

O objetivo do projeto é programar a parte sócioeconômica e a infraestrutura da cidade, para que ela cresça e apresente melhorias em todos os aspectos nos próximos anos.

O que é o Município 2050?

O Município 2050 consiste num plano que orienta estratégias e ações de investimentos, visando tornar a cidade mais competitiva, atraente e harmônica em termos sociais, urbanísticos, ambientais e econômicos. Através da identificação de problemas tendenciais (tendências negativas), desenha-se um cenário desejado (visão estratégica) onde esses problemas são superados e as potencialidades são exploradas e contribuem para o desenvolvimento da cidade, seguindo metas e objetivos a partir de consensos construídos com a ajuda da população.

Os planos estratégicos de longo prazo têm a função de estabelecer objetivos cuja consecução pode depender da atuação conjunta de diversos municípios, das diversas esferas do poder público, do engajamento da sociedade e de agentes econômicos privados. Tais objetivos, por serem de longo prazo e de execução complexa, requerem consensos sólidos a serem firmados entre os entes participantes já que sua elaboração e execução vão requerer concentração de esforços e de investimentos de diversas origens. Embora não seja legalmente exigida, e elaboração de planos estratégicos municipais é prática que vem sendo adotada por grandes cidades mundiais para acelerar processos de desenvolvimento urbano concentrando esforços e recursos públicos e privados.

Confira também

Homem é preso suspeito de estuprar adolescente de 14 anos

Um homem foi preso na manhã deste sábado, dia 7, em São Carlos , suspeito de estuprar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *