domingo , 26 junho 2022
Início / Cidade / Conselho Estadual de Educação dá mais três anos à FEUC

Conselho Estadual de Educação dá mais três anos à FEUC

Recredenciamento está condicionado aos investimentos que a instituição terá de fazer

A Faculdade Euclides da Cunha (FEUC) conseguiu mais três anos de credenciamento junto ao Conselho Estadual da Educação (CEE), medida que permite o seu funcionamento regular ou a regularidade dos cursos atualmente oferecidos (Biomedicina, Administração, Pedagogia e História).

Segundo informação obtida pela Gazeta do Rio Pardo, a decisão é da Câmara de Educação Superior e vai a plenário nas próximas semanas. O parecer, que será votado, ainda possibilita que a autarquia rio-pardense, caso cumpra as formalidades técnicas, possa pleitear a instalação de novos cursos no próximo período avaliativo.

Um dos cursos em fase de pleito é o de Agronomia, que esbarra na necessidade de investimentos na parte técnica, infraestrutura e contratação de especialistas. Também pode ser que a instituição retome a oferta do curso de Educação Física – suspenso por falta de estrutura.

O recredenciamento é, a bem da verdade, um alívio na sobrevivência da faculdade. Em fevereiro deste ano, havia um ultimato do Conselho Estadual de Educação para que a autarquia comprovasse a adoção de medidas na promoção de melhorias e adequações de toda ordem, necessárias para continuar funcionando.

As vistorias e análises técnicas do Conselho ocorreram em março último.

Inadimplência de ex-alunos ultrapassa os R$ 2 milhões

A Faculdade Euclides da Cunha (FEUC) têm enfrentado dificuldades com relação a inadimplência de ex-alunos, que possuem dívida ativa com a instituição. O problema já é antigo e o montante do déficit ocasionado pela dívida, já soma R$ 2.600.000,00 (dois milhões e seiscentos reais). Essa semana, o diretor administrativo, Daniel Chiconello e Alessandra Ribeiro Zani, diretora acadêmica, participaram do programa “Jornal do Meio Dia” da Rádio Difusora, falaram sobre o vestibular, cursos ativos e também sobre a situação da inadimplência.

A FEUC está com uma nova campanha de vestibular, cujas inscrições estão abertas, oferecendo vagas para os cursos de Biomedicina, História (licenciatura), Administração e Pedagogia (licenciatura).  As provas serão realizadas em três datas diferentes: 22 de junho, 3 e 6 de julho.

O vestibular será presencial e as inscrições devem ser feitas pelo site www.feucriopardo.com.br até às 18h00 do dia em que o candidato for fazer a prova, que será aplicada às 19h00, nas datas mencionadas.

Obras de melhoria

Segundo o diretor administrativo, as obras da entrada da faculdade, pela rua Jorge Tibiriçá, e para melhoria da acessibilidade – no prédio, estão paradas, mas com previsão de retorno agendado para o dia 20 de junho.

“Já houve licitação de materiais. A primeira etapa levará cerca de 15 dias e a segunda 30. Acredito que dentro de 50 dias a obra esteja concluída. Já as obras para a melhoria de acessibilidade, que engloba a instalação de um elevador, já tivemos também uma licitação, mas teremos que fazer uma nova, com o início do processo previsto para julho. Teremos que fazer umas adequações legais e abrir uma nova licitação para a compra de um elevador e os acessórios para futura instalação”, declarou.

Nova quadra aguarda licitação

Até o momento, a construção da quadra da FEUC não teve início e ainda está em processo de licitação, pela segunda vez. Os recursos para o projeto foram alocados destinados por meio de emenda parlamentar, do ex-deputado federal Silvio Torres, mas até hoje o projeto não foi executado.

Inicialmente, a proposta era investir o recurso em uma obra que já está em andamento, a quadra do Botafogo. Como é uma área da Prefeitura, haveria uma parceria com o clube. Mas a administração municipal contestou a aplicação do recurso no projeto, considerando que o objeto da obra era a construção de uma estrutura para a própria FEUC.

“Sobre a quadra, abriremos uma nova licitação pois estão sendo feitas adequações jurídicas. Foi modificado também o local onde será instalada a quadra. Ela será feita no mesmo terreno onde fica localizada a Secretaria Municipal da Educação, pois toda aquela área é do município”, completou Daniel.

Melhorias no laboratório

Segundo a diretora acadêmica, o laboratório de biomedicina recebeu algumas melhorias, principalmente no que diz respeito a novos equipamentos para análises.

“O laboratório foi algo muito bem pensado. Os alunos precisam de um estágio na área acadêmica. Fizemos uma pesquisa em toda a região. A única faculdade que está oferecendo o estágio noturno dentro do laboratório somos nós, da FEUC. Temos equipamentos de ponta e dois biomédicos presentes de quarta e sexta-feira com nossos alunos. No laboratório é passado a eles toda a parte pedagógica que precisam desenvolver, fazem a parte prática, da leitura das lâminas, até o resultado final dos exames. Contamos com três grandes máquinas que foram os investimentos que nós fizemos”, revelou.

Estágio

De acordo com Alessandra, a grande dificuldade dos estudantes, é que precisam trabalhar durante o dia e muitas vezes não têm tempo para ingressar em um estágio. “Dentro da nossa carga horária, colocamos dois dias da semana. As duas biomédicas que ficam lá, têm um laboratório próprio e vão até a Feuc passar todo o conhecimento para nossos alunos”, contou.

São 14 professores efetivos e 12 contratados

Inadimplência  

Como citado no início do texto, a Feuc possui aproximadamente R$2.600.000,00 ( dois milhões e seiscentos mil reais) para receber de alunos inadimplentes referente a dívida ativa. Daniel comentou o assunto.

“Historicamente, o que vale para qualquer faculdade, é que sempre houve cerca de 15% a 25% de inadimplência dos valores das mensalidades correntes durante o ano. Aprovamos leis que pré-estabelecem critérios de negociação, mas a inadimplência continua nessa faixa de 15% a 20%. Quanto a dívida ativa, que é aquela que passa para o ano seguinte, possuímos um volume alto, hoje ela está em torno de dois milhões e seiscentos reais. Já fizemos negociações em outras ocasiões para tentar recuperar. Ás vezes ocorrem recuperações, mas é um processo muito moroso. O Tribunal de Contas de certa forma restringe essa opção de refis. Não é algo que pode ser feito de forma corriqueira. Essas dividas ativas são mais complicadas e demora para receber”, pontuou.

EAD

Alessandra foi questionada sobre a possibilidade de a faculdade abrir cursos na modalidade EAD.  “Para abrir o ensino a distância  precisamos de uma autorização do Conselho Estadual da Educação. Mas já estamos desenvolvendo vários projetos neste pequeno prazo e futuramente queremos ofertar cursos EAD. Fizemos uma visita ao Conselho Estadual e questionamos a possibilidade do ensino a distância, então estamos trabalhando nisso para que a nossa faculdade também possa oferecer cursos EAD, mas obviamente não é do dia para a noite. Precisa ser trabalhado, estudado, e aprovado”.

Para fornecer cursos a distância, a Feuc teria que se transformar em um Centro Universitário. Atualmente ela têm o título de faculdade.

História e Pedagogia

A Feuc oferece os cursos de licenciatura em História e Pedagogia, mas busca autorização para a criação de bacharelado, para complementar a necessidade dos estudantes formados.

“Aqui na Feuc oferecemos licenciatura em História, e já foi reformulado no plano do curso, também já está para ser aprovado pelo Conselho Estadual essa nova reformulação, em que nós pedimos o bacharelado em História também, para que possamos fazer pesquisas dentro de Museu, para que os alunos trabalhem dentro de grandes arquiteturas. Com o bacharel, o historiador terá um leque ainda maior de oportunidade no mercado de trabalho”, destacou.

“Dentro do curso de pedagogia, temos a área hospitalar e empresarial. Quando o aluno termina o curso, ele pode fazer uma especialização se ele não quiser ficar dentro da sala de aula”, encerrou.

Confira também

Professor Ari fala sobre tradição da festa junina

Há décadas ele e sua família realizam o tradicional festejo no município A época de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *