terça-feira , 10 dezembro 2019
Início / Cidade / Chuvas acumulam 146 mm de água e afetam abastecimento
Algumas árvores caíram nas estradas do município no temporal de quarta-feira

Chuvas acumulam 146 mm de água e afetam abastecimento

Saerp diz que houve aumento de detritos e sedimentos nas águas do rio Pardo

A chuva que caiu na tarde de quinta-feira, 13 de novembro, em São José do Rio Pardo foi a mais forte deste mês até agora. Os ventos também foram fortes, chegando a 40.2 km/hora, mas inferiores aos verificados na tempestade de outubro, quando passaram de 60 km/hora e derrubaram até árvores sobre carros na Praça do Mercado. Árvores também foram derrubadas desta vez, mas sem danos materiais.

No acumulado dos primeiros 13 dias de novembro, mais a manhã do dia 14, São José recebeu 146 mm de água.

Foi no dia seguinte, porém, 14, que São José do Rio Pardo registrou o maior volume de água de chuvas no mês, até o momento. A chuva foi mais branda, porém constante, e caiu durante a madrugada e quase toda a manhã de sexta-feira, chegando ao volume de 43 mm. Da região monitorada pelo Sistema Meteorológico da Cooxupé (Sismet), só Caconde recebeu mais chuva que São José, com um volume de 55,2 mm, no mesmo período; Guaxupé ficou em terceiro lugar, com 35,2 mm.

Como já mencionado, o acumulado do mês de novembro em São José do Rio Pardo só até a manhã do dia 14 já havia chegado a 146 mm, sendo que a média histórica desse mês no município ao longo dos anos confirma o grande volume de chuvas nesta época: 221 mm. Se em apenas 14 dias alcançou 146 mm, é muito provável que esse volume seja ultrapassado até o dia 31.

O Sismet da Cooxupé monitora os municípios de Alfonas, Alpinópolis, Cabo Verde, Caconde, Campestre, Campos Gerais, Carmo do Rio Claro, Coromandel, Guaxupé, Monte Carmelo, Monte Santo de Minas, Nova Resende, Rio Paranaíba, São José do Rio Pardo e Serra do Salitre.

Saerp: estações afetadas

A Saerp de São José do Rio Pardo está informando que, em decorrência das chuvas desta semana, “houve aumento de detritos e sedimentos nas águas do rio Pardo”. Segundo ela, “isso afetou as estações de captação e bombeamento de água, prejudicando o abastecimento em toda a região da Vila Formosa, João de Souza, Jardim São José, Altos de São Domingos e bairros adjacentes”.

Ainda de acordo com a direção da empresa, “equipes da Saerp estão mobilizadas na manutenção dos pontos de captação a fim de que o problema seja solucionado, evitando mais transtornos à população”.

Confira também

Prazo para cadastro biométrico acaba dia 19

Eleitores que não realizarem o recadastramento terão o título cancelado O recadastramento biométrico está quase …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *