sexta-feira , 17 janeiro 2020
Início / Cidade / Campanha antirrábica volta à zona rural para chegar a 10 mil animais
(Imagem da Internet)

Campanha antirrábica volta à zona rural para chegar a 10 mil animais

Até o momento 9.075 animais receberam as doses de imunização no município

A campanha de vacinação contra a raiva na zona urbana terminou no dia 8 de setembro e superou as expectativas do Centro de Controle de Zoonoses da cidade. A meta a ser cumprida foi de 10 mil animais vacinados, tanto da zona rural, quanto urbana e ficou bem perto disso: 9.075 animais receberam as doses de imunização. Como os agentes de zoonoses retornam nesta segunda-feira, dia 23, à zona rural para reiniciar a vacinação em cães e gatos não imunizados anteriormente, a previsão é de alcançar ou superar a meta.

De acordo com a veterinária Bruna Maria Ribeiro Carrera,  a campanha será realizada nos sítios e fazendas nos quais o trabalho ficou faltando. Assim, a vacinação será feita nas imediações das fazendas Belo Horizonte, Cascalho e Ataíde, além do Viverão e dos sítios ao redor da rodovia que leva até São Sebastião da Grama.

“Na zona rural temos um grande número de animais e pretendemos passar de casa em casa devido à dificuldade de estabelecer pontos de vacinação, pela distância entre uma casa e outra”, afirma a veterinária.

Contenção

“A partir das 8 horas estaremos passando nas casas, então pedimos para as pessoas ficarem de olho para nos atender. Destacando que é sempre bom lembrar da contenção do animal para que não ocorra risco de agressão e mordedura. Se o animal for mais agressivo é preciso colocar focinheira, e estar sempre com ele na guia”, explica. “E, quanto aos gatos, o ideal é que sejam colocados em uma caixinha para facilitar o manejo da vacinação”.

Raiva

A raiva é uma doença fatal, que acomete principalmente cães, gatos e morcegos. A única forma de prevenção possível é a vacinação. “Ela é transmitida aos humanos através de mordidas e arranhões, então precisa ser evitada”, alerta a veterinária.

Cuidados

“Não levar o animal à vacinação e acompanhamento veterinário também é considerado maus tratos. Não adianta dar apenas comida e água, as pessoas precisam dar um apoio e prevenir doenças relacionadas a eles”, informa.

Zoonoses

O Centro de Controle de Zoonoses fornece a vacinação antirrábica durante a semana, no prédio em que fica instalado, na Rua Adolfo Bacci, nº 90, Centro. Em caso de dúvidas, ligue para (19)3682-9330.

Bruna Maria Ribeiro Carrera, veterinária, e Luís Fernando Nogueira, chefe de seção da zoonoses

Confira também

Menina de 14 anos atropelada no Condomínio São José

Um atropelamento aconteceu na noite do último sábado, dia 11, no Condomínio São José. Segundo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *