domingo , 22 setembro 2019
Início / Cidade / Análise de solo volta a ser recomendada
Palestras da Secretaria de Meio Ambiente contam pontos para o Município Verde Azul

Análise de solo volta a ser recomendada

Zootecnista Rodrigo Vieira lembra que, com isso, as correções do solo ficam mais fáceis

A “Análise de Solo e o Planejamento da Propriedade Rural” foram os temas debatidos e discorridos pelo zootecnista da Cati, Rodrigo Vieira de Moraes, na reunião do núcleo rural com produtores da região do bairro Barreirinho. A reunião aconteceu terça-feira, dia 26 de março, promovida pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

De acordo com o que foi exposto no encontro, para  aumentar o ganho de produtividade nos dias atuais é imprescindível  uma análise de solo completa da propriedade, evitando assim o conceito antigo de contar com  sorte. “Mesmo se a área é pequena e o produtor conhece cada canto da sua terra, ainda assim é imperiosa a análise”, confirmou Rodrigo.

Segundo ele, a  análise de solo é fundamental para que o produtor consiga verificar as condições de fertilidade e obter orientações corretas sobre os
nutrientes a serem empregados, assim como a quantidade exata que o solo da propriedade está precisando.“A aplicação do calcário no solo é a atividade mais barata para o produtor rural, contudo sua ausência torna sua produção mais cara, pois sem a mesma, o adubo químico não será absorvido pela planta”, explicou.

Outra vantagem da análise de solo é que, mediante ele, é possível fazer as correções necessárias da terra antes do plantio. “Isso  ajuda a aumentar a produtividade das culturas plantadas e, dessa forma, o produtor pode evitar despesas desnecessárias com fertilizantes e o desperdício dos adubos, evitando, com isso, que o produtor plante em um solo pobre”.

Contam pontos
“Nossos técnicos estão à disposição  da classe produtora, porque entendemos que a orientação técnica é muito importante para alavancar a produção agrícola em São José, que é determinante para o nosso crescimento econômico”, disse o secretário interino de Agricultura e Meio Ambiente, Hélio Escudero, destacando que as palestras contam pontos para o programa Município Verde Azul, uma vez que tratam do uso correto do solo.

Pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente participaram a professora Renata Vechini Dal Bom, responsável pelo setor de educação ambiental, e o diretor de meio ambiente Paulo Sérgio Rodrigues.  O próximo encontro no Barreirinho será dia 14 de maio, às 19h0.

Confira também

Seis alunos rio-pardenses estão entre os semifinalistas da EPTV

Projeto EPTV na Escola tem como tema para as redações deste ano, as fake news …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *