Início / Últimas Notícias / Jovens estão alheios à política, revela pesquisa feita pela ETEC

Jovens estão alheios à política, revela pesquisa feita pela ETEC

Jovens estão alheios à política, revela pesquisa feita pela ETEC

Alunos da ETEC Rodolpho José Del Guerra – Centro Paula Souza, de São José do Rio Pardo, liderados pela professora Lígia Garcia Ribeiro de Arruda, que leciona Marketing, estiveram na Câmara Municipal terça-feira, dia 15, para apresentar o resultado de uma pesquisa que realizaram na cidade sobre a atual gestão municipal. A pesquisa envolveu alunos dos cursos técnicos de Informática, Administração, Técnico em Segurança do Trabalho e Química.

De acordo com informações que Lígia Garcia passou ao repórter Luis Henrique, os alunos saíram a campo para levantar as deficiências que a população vem sentindo nas áreas públicas de saúde, transporte, educação, lazer, entre outras, e se os moradores têm notado melhorias nos assuntos abordados em relação aos mesmos na gestão anterior. Os alunos procuraram também ouvir os jovens da cidade, sobre o que pensam acerca do prefeito e dos vereadores.

“A gente percebeu que, infelizmente, os jovens não participam muito da vida política. Os que acompanham, o fazem mais pela internet, que é um canal muito importante que a Prefeitura deve manter. Mas eles sentem que a cidade precisa de melhorias, porém não sabem apontar ao certo se está melhor ou não. Simplesmente sabem que a cidade precisa de algumas coisas, mas não sabem se está tudo igual, se melhorou ou se piorou, justamente porque eles não tem um acesso à informação em relação a política”, disse a professora.

Ela explicou que o curso técnico de Administração estuda pesquisa de mercado e depois leva os alunos à parte prática. E, neste módulo, o assunto foi a gestão municipal. O questionário foi elaborado por Lígia Garcia com os alunos e depois estes saíram às ruas para aplicar a pesquisa, realizada em abril, resultando em 90 entrevistas.

 

Confira também

O Judiciário no olho do furacão

O Judiciário no olho do furacão   A emocionalidade e a vitimização criadas ao redor ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *