Início / Cidade / São José do Rio Pardo – Julgada improcedente ação de usucapião contra Santa Casa
Área envolvia todo o quarteirão compreendido entre a Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser e Ruas Campos Salles, Jorge Tibiriçá e Cândido Faria - Foto: Arquivo Gazeta

São José do Rio Pardo – Julgada improcedente ação de usucapião contra Santa Casa

O juiz de Direito da Primeira Vara da Comarca de São José do Rio Pardo julgou improcedente a ação de usucapião movida pelo Educandário São José

Área envolvia todo o quarteirão compreendido entre a Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser e Ruas Campos Salles,  Jorge Tibiriçá e Cândido Faria - Foto: Arquivo Gazeta
Área envolvia todo o quarteirão compreendido entre a Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser e Ruas Campos Salles, Jorge Tibiriçá e Cândido Faria – Foto: Arquivo Gazeta

 

O juiz de Direito da Primeira Vara da Comarca de São José do Rio Pardo, Wyldensor Martins Soares, julgou improcedente a ação de usucapião, pela qual o Educandário São José pretendia obter o título de domínio sobre o imóvel situado na Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser, 894, e terreno de aproximadamente 4.964 metros quadrados (ou seja, todo o quarteirão compreendido entre a referida avenida, a Rua Campos Salles e as Ruas Jorge Tibiriçá e Cândido Faria).

Por sentença publicada na imprensa oficial no dia 15, foi acolhida a defesa da Santa Casa no sentido de que o imóvel pertence a ela, que cedeu a título de comodato a posse do mesmo para que fosse utilizado em prol do Asylo São José, que se transformou no atual Educandário.

Consta da sentença “por qualquer ângulo que se analise a questão este Juízo está convencido de que a permanência da autora (Educandário) no imóvel da ré (Santa Casa) está marcada de forma indelével pelo signo da permissão que impede a transmutação da posse em domínio”.

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada em 20 de julho, a Santa Casa decidiu continuar a permitir que o Educandário São José utilize o imóvel que ocupa, mantendo a mesma importante finalidade de atendimento às crianças desassistidas.

Da sentença ainda cabe recurso ao Tribunal de Justiça.

Fonte: Gazeta do Rio Pardo

Confira também

Prova dos inscritos no concurso de São José do Rio Pardo será dia 27

Prova dos inscritos no concurso será dia 27 Um grupo de candidatos fará a prova ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *