domingo , 22 setembro 2019
Início / Regionais / Sucateamento dos caminhões prejudica a coleta de lixo em Mococa
Caminhão utilizado para coleta de lixo/ Foto: Prefeitura

Sucateamento dos caminhões prejudica a coleta de lixo em Mococa

A Prefeitura Municipal de Mococa deve normalizar até a próxima quinta-feira o serviço de coleta de lixo no município. Alguns bairros da cidade foram prejudicados e não receberam o serviço por conta do sucateamento da frota municipal. Esses veículos realizam em média por dia a coleta de sessenta toneladas de lixo. Durante a coleta do último sábado, os cinco caminhões quebraram peças e tiveram que ser imobilizados para conserto no pátio municipal de serviços. Por se tratar de uma frota antiga e que percorre a média de 140 quilômetros por dia, o desgaste natural das peças é evidente, necessitando de reparos e substituição. Atualmente o caminhão mais novo da prefeitura é de 2014 e tem cinco anos de uso, os outros dois tem quatorze e dezessete anos de uso.

Segundo o Diretor do Pátio Municipal de Serviços Francisco Coelho, dois caminhões já foram consertados e estão realizando normalmente a coleta. Outro caminhão está recebendo serviço de solda e deverá a partir desta quarta feira estar a disposição dos funcionários e os outros dois aguardam a chegada de peças para o conserto. “Os caminhões são muito antigos e esforçam muito diariamente na coleta, mas estamos trabalhando para restabelecer a normalidade até a próxima quinta feira com os três caminhões que já consertamos”.

Os bairros mais afetados com a falta da coleta são: Mocoquinha, Vila Naufel, Ary Estevam, Samambaia, Jardim Mazieiro, Gildo Geraldo, Santa Cecília, Descanso e Aparecida. O Diretor do Aterro Sanitário Ricardo Minchueli Nogueira afirmou que será feito um esforço para garantir cem por cento da coleta na cidade, zona rural e nos distritos até a próxima quinta-feira. “Nossa equipe tem colaboradores comprometidos com o serviço de coleta e vamos normalizar tudo isso até a próxima quinta-feira”.

O Prefeito Municipal Doutor Felipe Naufel disse que está em estudo a terceirização do serviço de coleta. Segundo ele, ela seria feita de forma parcial, onde a Prefeitura ficaria responsável pela coleta dos distritos e zona rural e a empresa contratada seria responsável pelo lixo urbano. “Estamos fazendo esse estudo porque nossa frota é muito antiga e a população não merece ficar sem esse serviço tão importante e essencial em virtude das constantes quebras desses caminhões. Estamos gastando muito com esses consertos, mas por ser muito velha essa frota a gente arruma uma peça e no outro dia tem outra quebrada. Na condição de Prefeito Municipal eu solicitei esse estudo para que a população não tenha mais esse transtorno com a coleta do lixo.”

Os estudos para a terceirização do serviço deverão ser concluídos no próximo mês e posteriormente será feita a abertura do processo licitatório.

 

Fonte: Assessoria de imprensa da Prefeitura

Confira também

Seis alunos rio-pardenses estão entre os semifinalistas da EPTV

Projeto EPTV na Escola tem como tema para as redações deste ano, as fake news …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *