domingo , 26 junho 2022
Início / Política / Prefeito de Divinolândia é inocentado de acusações em CEI
Padoca foi eleito prefeito em novembro de 2020 com 3.756 votos (52,55%).

Prefeito de Divinolândia é inocentado de acusações em CEI

Ele chegou a ser afastado em fevereiro e reassumiu o cargo para responder ao processo

Após ser afastado em fevereiro deste ano, retornar ao cargo e enfrentar uma Comissão Especial de Inquérito, o prefeito de Divinolândia, Antonio de Padua Aquisti, o Padoca (PTB), reassumiu em definitivo o cargo.

Em votação realizada no dia 16 de maio, a Câmara da cidade deliberou pelo acolhimento do relatório da CEI, a qual entendeu pela inocência do prefeito em relação às infrações das quais era acusado.

Em fevereiro, Padoca foi denunciado por um funcionário da Prefeitura, como tendo cometido pelo menos seis infrações políticas e administrativas: interferência indevida no Conselho de Turismo; não responder pedidos de certidões, informações e envios de balancetes à câmara municipal; desvios ocorridos na prefeitura – funcionária de confiança do prefeito teria usado sua senha para desviar valores para uso próprio; compra de remédios sem licitação; apontamentos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) com pagamentos excessivos de horas extras considerados ilegais, funcionários com acúmulo irregular de cargos e comissionados sem curso superior, em cargo que o exige; nomeação da controladora interna para exercer cargos no Instituto de Previdência Municipal e Sindicância, sendo que a controladora não pode exercer outros cargos já que ela tem que fiscalizar.

Padoca foi eleito prefeito em novembro de 2020 com 3.756 votos (52,55%). Ele derrotou Dr. Júnior, que ficou em segundo lugar com 47,45% (3.392 votos).

Confira também

Antibióticos líquidos estão em falta nas farmácias

Justificativa é que matéria prima vem da China e país está com dificuldade na exportação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *