Início / Brasil & Mundo / Boneca Momo volta a aterrorizar crianças na Internet
Boneca Momo

Boneca Momo volta a aterrorizar crianças na Internet

Youtube e Facebook são acusados de veicular esses vídeos perigosos e desmentem

No ano de 2018 a boneca Momo (escultura chamada “Guai Bird”, do artista japonês Keisuke Aisawa, que representa uma mulher-pássaro) viralizou no mundo virtual com desafios que exigiam que as crianças praticassem atos violentos, como ferir os pais, amigos e animais de estimação. Isso causou muita preocupação e alerta por parte dos familiares.

Este ano, a boneca voltou a aparecer em vídeos infantis. Segundo relatos de crianças, ela pede que cometam suicídio, dizendo para cortar os pulsos, ou para ferir alguém. Foi o que aconteceu com Otávio Valente Barzali, de sete anos, que mora em Divinolândia.

“Ele chegou da dança, e eu fui na cozinha fazer a janta, isso por volta de umas 20h30. Otávio pegou meu celular e foi pro meu quarto assistir vídeo. Tinha passado pouco tempo, quando fui ver o que ele estava fazendo. Cheguei no quarto e meu celular estava ali, e ele não estava mexendo. Achei estranho porque estava com bastante bateria. Perguntei se ele não queria ver mais vídeo, e ele disse que havia aparecido um bicho muito feio. Perguntei que bicho era, já assustada, porque havia lido as notícias na internet sobre a boneca. Ele falou que era a Momo. Disse que ela apareceu, pegou um coelhinho e começou a matá-lo. Ele disse que ela falava em inglês, mas fez sinal para ele ficar quieto. Ele foi dando os detalhes de como ela é e ficou muito assustado. Ficou três dias sem dormir e teve febre emocional”, conta Juliana Valente, mãe de Otávio, falando à Gazeta do Rio Pardo.

De acordo com Juliana, ela acessou o mesmo vídeo para ver se aparecia algo, mas não viu nada além do conteúdo comum. “Só que é o relato de uma criança de sete anos, ele não mente, e não é apenas ele. Muitas crianças estão dizendo que viram. Depois que eu postei no Facebook, muitas mães comentaram que os filhos também passaram por isso”, afirma ela.

Aparição

O conteúdo dos vídeos em que a Momo aparece é diversificado, já que essas produções podem ser feitas por qualquer pessoa, que faz o download de vídeos comuns e insere imagens da boneca no meio deles. De modo geral, ela aparece na tela desafiando a criança a se automutilar ou a ferir algum parente, além de fazer ameaças: caso não siga as instruções, avisa Momo, à noite a família pode morrer ou a própria boneca vai surgir no quarto da criança para aterrorizá-la. A voz de Momo geralmente intimida as crianças, dizendo que, se elas avisarem a algum adulto antes de seguir as instruções, a punição será aplicada imediatamente.

Youtube

A plataforma emitiu uma nota negando que exista qualquer tipo de conteúdo envolvendo a boneca em seu site. “Ao contrário dos relatos apresentados, não recebemos nenhuma evidência recente de vídeos mostrando ou promovendo o desafio Momo no YouTube Kids. Conteúdo desse tipo violaria nossas políticas e seria removido imediatamente. Também oferecemos a todos os usuários formas de denunciar conteúdo, tanto no YouTube Kids como no YouTube. O uso da plataforma por menores de 13 anos deve sempre ser feito pelo YouTube Kids”.

Precauções

Apesar do Youtube ter uma ferramenta que filtra de maneira rígida todo o conteúdo existente no site, o WhatsApp e outras redes sociais não possui este controle. É recomendável que os pais acompanhem o acesso das crianças em qualquer tipo de conteúdo e plataforma, para evitar esse tipo de problema.

Por Júlia Sartori

Confira também

Funcionário do ‘Dia’ é suspeito de furtar no próprio supermercado

Na noite da penúltima sexta-feira, dia 10, a Polícia Militar compareceu ao Supermercado Dia. O ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *