Início / Cidade / Voluntários recuperam a praça do bairro Cassucci

Voluntários recuperam a praça do bairro Cassucci

Voluntários recuperam a praça do bairro Cassucci

Eles já fizeram três cortes de mato, restauraram a iluminação e farão outras benfeitorias

Cerca de 10 pessoas, todas voluntárias, estão fazendo um trabalho de recuperação da praça no bairro Carlos Cassucci. Duas delas, com equipamentos próprios, já efetuaram três cortes do mato que cresce periodicamente no amplo gramado da praça, situada no centro do bairro. A iluminação noturna, antes restrita a duas ou três lâmpadas, está agora quase totalmente restaurada.

Paulo Donizet de Souza, da empresa Souza Construções, é quem vem liderando esse trabalho e mobilizando outros voluntários. Ele assinou contrato da Souza Construções com a Prefeitura em dezembro de 2018 e o mesmo é válido até dezembro de 2019. Através dele, a empresa se compromete a cuidar da limpeza da praça central do bairro e efetuar a jardinagem, considerada prioritária, com a intenção de ir além: recuperar e melhorar as lixeiras, providenciar acessibilidades, zelar pela manutenção da iluminação, restaurar o ginásio, etc.

“Queremos, com este trabalho, trazer os moradores para que, juntos, melhoremos cada vez mais o bairro onde moramos e onde nossas crianças vivem”, afirmou Paulo. “Já melhoramos a iluminação da praça, que havia sido arrancada, e a polícia militar nos ajudou na fiscalização, para que não voltassem a corta-la”.

Ele explica que não é função dele e de quem o ajuda atualmente recolher o mato cortado, mas da Prefeitura. Lamenta, no entanto, que ainda haja moradores descartando sofás velhos, guarda-roupas e outros objetos maiores que ficam expostos longo tempo em calçadas ou ruas mais afastadas, dando um aspecto feio ao lugar, além de atrair insetos.

 

Centro Comunitário

Outra preocupação de Paulo e de quem o auxilia é no sentido de recuperar o prédio do Centro Comunitário, que estava com a maior parte dos vidros quebrados e problemas no telhado. O telhado foi trocado e os vidros que ainda restavam precisaram ser retirados para que ocorra a substituição por novos, um trabalho que será feito em parceria com a Prefeitura.

Até recentemente havia no Centro Comunitário atividades de bordado e crochê para mulheres, além de aulas de zumba no período da manhã para quem quisesse se exercitar. Aulas de informática também foram ministradas por certo tempo. A intenção é que, quando o prédio estiver novamente em condições de uso, estas e outras atividades voltem a ocorrer.

Um requerimento foi enviado à Secretaria da Promoção Social, e esta o reencaminhou à Secretaria de Obras, para que novos vidros sejam instalados no prédio.

Silvana Aparecida Belizário, uma voluntária que tem ajudado na tentativa de recuperação do Centro Comunitário, tem feito a limpeza semanal do prédio e pede que os interessados façam doação de roupas. As peças ofertadas serão depois encaminhadas às famílias carentes do bairro.

 

Ginásio coberto

O ginásio de esportes coberto do Cassucciestá em condições precárias. Pichado, sem portas (foram arrancadas por vândalos), sem as traves de futsal e sem os cestos para basquete, ele está completamente abandonado, assim como a quadra mais antiga (descoberta) e a quadra anexa (de areia, mas agora tomada por mato), ambas localizadas 50 metros abaixo.

Mesmo assim, alguns jovens usam o ginásio coberto esporadicamente para uma pelada, com as travessendo improvisadas com tijolos ou garrafas pets. “Vamos tentar uma parceria para recuperar ao menos esse ginásio coberto, que sequer tem banheiro público e, por isso, não pode ser usado para eventos comunitários”, lamentou Paulo. “E tentaremos uma parceria com a Feuc ou Unip para aulas de educação físicaaos moradores”.

 

Confira também

Funcionário do ‘Dia’ é suspeito de furtar no próprio supermercado

Na noite da penúltima sexta-feira, dia 10, a Polícia Militar compareceu ao Supermercado Dia. O ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *