sexta-feira , 19 julho 2019
Início / Cidade / Silvio Torres faz balanço positivo de mais de três décadas de vida pública

Silvio Torres faz balanço positivo de mais de três décadas de vida pública

Silvio Torres faz balanço positivo de mais de três décadas de vida pública

Em discurso no plenário da Câmara, o deputado Silvio Torres (SP) fez nesta terça-feira (11) uma retrospectiva de seus 36 anos de vida pública ao encerrar o sexto mandato como deputado federal.

O parlamentar – que não se candidatou nestas eleições – relembrou o início da carreira como prefeito de São José do Rio Pardo, em São Paulo, tendo aprovação de 90% da população. “Segui os passos — e tenho muito orgulho disso — de meu pai, Lupércio Torres, também ex-prefeito que transmitiu o legado de honestidade que balizou a minha vida pública”, afirmou. Um legado que torna o parlamentar paulista um político ficha limpa, sem responder a nenhum processo em  24 anos no Parlamento.

“Saio com a cabeça erguida e com a consciência tranquila com o direito de andar pelas ruas sem que ninguém possa me cobrar”, afirmou, destacando o legado de avanços e benefícios permanentes para as regiões por ele representadas e para dezenas de Municípios de todo o Estado.

Entre as ações moralizadoras, ele afirma que buscou economizar verbas públicas, tendo poupado R$ 2 milhões neste mandato, sem prejuízo da atividade parlamentar. Tanto que apresentou à Mesa Diretora uma proposta para cortar 20% as despesas da cota parlamentar e com a contratação de funcionários.

Silvio Torres está filiado ao PSDB há 30 anos, tendo exercido os cargos de presidente do Diretório Estadual e do Instituto Teotônio Vilela, além de Secretário-Geral Nacional da legenda. Atualmente exerce o cargo de tesoureiro do partido. Silvio Torres também foi secretário de Habitação no governo de Geraldo Alckmin. O tucano destaca que em sua gestão mais de 150 mil famílias foram beneficiadas.

No Congresso, participou por lutas históricas, a exemplo do movimento pelas Diretas, pelo parlamentarismo e voto distrital. Participou de campanhas pelas candidaturas de Franco Montoro, Mário Covas, Fernando Henrique, Serra e Geraldo Alckmin, “exemplos de homens com relevantes serviços prestados a São Paulo e ao Brasil”, afirmou.

Ele destacou a participação em projetos como o que criou a Lei do Simples e a autoria da lei que regulamentou o turismo rural, aprovada em 2015. Também foi responsável pelo projeto que destinou 3% da renda da Timemania para hospitais públicos, santas casas e entidades. Fundador da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas, ele é nome de destaque entre os que lutaram pelo simples nacional, uma das grandes conquistas das pequenas e médias empresas no País.

Relator da CPI da CBF/NIKE, em 2001, ele considera que esta foi uma ação reveladora da corrupção dos ‘porões’ do futebol. A partir daí, se tornou possível a atuação policial e do Judiciário brasileiro, e até mesmo do FBI norte-americano. Também foi membro das CPIs do Mensalão, do Roubo dos Transportes de Carga e de tantas outras comissões parlamentares de inquérito ao longo de mais de duas décadas no Parlamento.

O tucano agradeceu aos milhares de eleitores que o acompanharam ao longo da vida pública. E também o suporte indispensável dado pela família. “Todos sabemos que não há como alguém ser bem sucedido se não contar, primeiro, com o apoio dentro da sua casa da sua esposa, dos filhos, dos netos, dos irmãos, enfim, de todos eles. Eu sempre tive”, reiterou o tucano, que foi aplaudido pelos parlamentares ao final de sua fala.

(Reportagem: Ana Maria Mejia/foto: Alexssandro Loyola)

Confira também

Site recebe a partir desta terça cadastro para lista de ‘não perturbe’ do telemarketing

Segundo informações publicadas no site do G1, os consumidores que não desejam receber ligações de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *