terça-feira , 22 outubro 2019
Início / Cidade / Roubos na cidade caem 75% no último trimestre, diz o comando da polícia
Tenente Wellington Merino Funk, da polícia militar: compromisso com o Conseg é combater o tráfico

Roubos na cidade caem 75% no último trimestre, diz o comando da polícia

“Estamos rondando os principais locais de tráfico e começamos a fazer abordagens”, diz o tenente Funk

Gazeta do Rio Pardo entrevistou o tenente Wellington Merino Funk, que comanda a polícia militar, para fazer um balanço sobre os últimos meses com relação aos delitos na cidade.  

“Esse mês conseguimos um recorde histórico. Diminuímos a meta de furtos. Tínhamos uma meta de 38, ocorreram apenas 13, ou seja, conseguimos diminuir praticamente  dois terços desse número, com a ajuda da GCM e Polícia Civil, que é uma integração em geral.  Já o número de roubos, conseguimos passar de 5 para 0, não houve registro esse mês de setembro. Lembrando que às vezes pode ter acontecido algum roubo mas a pessoa não registrou. Contudo, até o momento não temos nenhum registro de roubo”.

Carros e homicídios

“Sobre o roubo de veículos, não tivemos nenhum esse mês (setembro). Não tivemos furto de carro, que era nossa maior preocupação, já que em abril e maio tivemos uma elevação desse indicador criminal. Colocamos uma meta para 5 e não ocorreu nenhum”, afirma. “Quanto a homicídio, nosso índice é zero também”.

Integração

“Só tenho a agradecer a GCM, polícia civil, poder judiciário, o ministério público e a mídia local que vêm nos apoiando. Todos tem contribuído muito para a diminuição dos delitos no município”.

Tráfico

“Um dos compromissos que me predispus na cidade, juntamente com o Comseg, era combater o tráfico de drogas. Os crimes de furto, roubos, brigas que havia acontecendo, são crimes subsidiários de tráfico, ou seja, às vezes a pessoa está com uma dívida de drogas, ou quer usar, e acaba furtando algo. Intensificamos essa parte. Estamos rondando os principais locais de tráfico, e começamos a fazer abordagens”, diz. “Obviamente a Rocam, por ter um deslocamento mais rápido e conseguir surpreender os indivíduos nos locais de tráfico de drogas, consegue uma eficácia maior, eles conseguem fazer grandes apreensões e ficamos felizes com isso”.

“Nesse último trimestre conseguimos diminuir quase 65% dos furtos, obviamente com a ajuda do cidadão também, que começou a se precaver um pouco mais, não deixa mais o celular no bolso de trás, passou a não deixar a bolsa do lado do passageiro com o vidro aberto, são coisas preventivas, medidas que o próprio cidadão pode tomar. Quanto ao roubo, diminuímos quase 75% nos últimos três meses. Agora só nos falta zerar o furto”, encerra Wellington.

Confira também

Escolas municipais recebem orientação de higiene bucal

Alunos receberão kit básico de escovação e palestras nas escolas de São José do Rio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *