domingo , 22 setembro 2019
Início / Cidade / Moradoras reclamam da má qualidade da água
Água apresenta sujeira e mau cheiro ( foto: Lucia Camillo)

Moradoras reclamam da má qualidade da água

Segundo o relato, água da torneira apresenta sujeira e mau cheiro

Já faz um tempo que alguns munícipes estão reclamando da cor e do mau cheiro da água que sai da torneira. O problema tem sido publicado em redes sociais também como forma de protesto ao aumento da tarifa de água.

O jornal procurou o diretor superintendente da Saerp, Marcelo Primini, para dar explicações sobre o problema, mas ele afirmou que devido a alguns compromissos e reuniões já agendadas, não poderia conceder entrevista essa semana.

Gazeta do Rio Pardo entrevistou duas moradoras das regiões dos bairros Santa Tereza e Algenor Taddei, respectivamente.

“Faz bastante tempo que a água está assim. Não digo que são todos os dias, mas já faz muito tempo que está nessa situação deplorável. O que mais me preocupa não é nem a cor e a sujeira, é o cheiro. Ela está com um odor muito ruim, não sei dizer se é veneno, se é algo podre, algo assim. Aí eu fico pensando, eles deram um aumento absurdo para a água, a qualidade é péssima, e nós precisamos dela para lavar roupa, tomar banho, fazer comida”.

“As pessoas que têm um pouquinho mais de poder aquisitivo podem comprar. E quem não tem? Vai ter que dar para a criança beber, cozinhar com ela. Minha preocupação maior é essa. Sei que tem muitas pessoas reclamando e que os responsáveis não fazem nada”, protestou Lucia Maria Bertho Camillo.

“Não entrei em contato com a Saerp porque conheço pessoas que já foram até lá e eles não fizeram nada. A pessoa vai, faz requerimento, protocola, e continua a mesma coisa. Vários vizinhos aqui relatam que colocam as roupas na máquina para lavar e que precisam tirar, esperar a água decantar para poder lavar a roupa. Imagina a situação que deve estar a caixa d´água? Eu já não sei mais o que podemos fazer”, concluiu Lucia.

Outra dona de casa, Nilce Mantovani, também conversou com o jornal. “Eu enchi a máquina para lavar roupa branca e tive que esvaziar totalmente, porque estava muito suja. Não é sempre que isso acontece, mas preciso testar a água toda vez antes de usar. Coloco em um pote de sorvete que é branco para ver se está suja. Esses dias atrás estava bem encardida”, comentou.

Aline Antonialle, moradora do bairro Colinas São José, também sofre com o problema. Ela fotografou a água para mostrar a cor amarronzada.

Moradora do bairro Colinas São José também sofre com o problema e fotografou a água ( foto: Aline Antonialle)

Confira também

Seis alunos rio-pardenses estão entre os semifinalistas da EPTV

Projeto EPTV na Escola tem como tema para as redações deste ano, as fake news …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *