Início / Cidade / Menos luzes, mas com o mesmo espírito natalino

Menos luzes, mas com o mesmo espírito natalino

Menos luzes, mas com o mesmo espírito natalino

Residência de Henryette Spina continua sendo uma referência de enfeites de Natal

 

A casa de Henryette Spina está mais uma vez enfeitada com elementos natalinos. Desta vez, porém, as luzes e os espaços físicos da casa decorados para o Natal estão menores e ela explicou ao jornal as razões dessa redução.

Antes, porém, Henryette recordou, mais uma vez, a origem desse esforço anual em fazer de sua casa um local inteiramente decorado com enfeites natalinos. A ideia vem desde a época de seus avós e começou a ser posta em prática quando suas filhas ainda eram pequenas e ela passou a adquirir exemplares de Papai Noel e demais adereços de Natal. O volume foi crescendo e ela sentiu que estava na hora de colocar tudo à mostra, mantendo, a partir daí, tal tradição.

Ocorre, entretanto, que ano após ano está cada vez mais difícil para Henryette obter ajuda de pessoas que a apoiem na montagem das luzes, peças, enfeites e demais itens natalinos. Tudo dá muita mão de obra e, desde 2017, ela já havia anunciado seu propósito de reduzir essa atração por sentir-se cada vez mais sozinha neste intento. “Este ano eu fiz tudo sozinha e mais a ajudante lá de casa. Então não estou fazendo muito mais coisas por falta de tempo e de profissionais”.

Além disso, Henryette diz que não pretende deixar esse encargo com suas filhas, até porque a compra ou manutenção das peças custa caro. Sem citar valores, ela admite que tudo “custou uma fortuna”, mas a partir de agora não adquirirá mais nada. Explica que as peças são todas importadas, mas compradas em São Paulo, na Feira de Natal e na 25 de Março. Sua intenção é fazer uma rotatividade anual das peças já disponíveis. “Não vou deixar de fazer, porém não vou fazer com a intensidade que era antigamente”.

A empresária lamenta que, nos últimos tempos, as pessoas não estejam mais preocupadas com o verdadeiro sentido cristão do Natal e sim com presentes, comida e bebida. “Pensam em presentes, em dar um tablet ou um brinquedo caro para o filho. Não é isso que a criança quer. Espírito do Natal não é isso. É a união da família, é uma parada no final do ano para a gente começar o outro ano. Eu tento fazer a minha parte para que isso não acabe”.

Henryette termina dizendo que, no dia de Natal, todos deveriam somente agradecer a Deus por ter dado à humanidade o seu Filho. E ainda por todo o ano que está acabando e pelas misericórdias recebidas ao longo dos dias e meses que se passaram.

FOTOS

Luzes e Papai Noel continuam bem visíveis na parte externa da casa

No interior da casa também há enfeites, mas não em todos os cômodos

 

 

 

Confira também

Apenas 32% dos moradores de São José trabalham, diz o IBGE

E só 36% dos recursos utilizados na cidade são gerados no próprio município Levantamento do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *