quinta-feira , 28 Maio 2020
Início / Cidade / Jogadores de futebol também estão de quarentena
Imagem ilustrativa da Internet

Jogadores de futebol também estão de quarentena

Luis Gustavo e Matheus Ferraz falam como estão se cuidando em relação ao coronavírus

Devido a pandemia do coronavírus o futebol mundial foi paralisado e sem data para retorno. Assim os jogadores foram liberados pelos clubes para que fiquem em casa durante este período.

Dois jogadores de nossa região estão cumprindo a determinação. Um deles é o Luis Gustavo Francisco Camilo, que defende o Botafogo da Paraíba e que reside em Itobi; o outro é Matheus Ferraz Pereira, do Fluminense, de São José do Rio Pardo.

Ambos são zagueiros e falaram à Gazeta do Rio Pardo.

Luis Gustavo

Luis Gustavo

Luis Gustavo, como você vê esta atual situação com tudo parado devido ao coronavírus?

Este problema mundial que afetou a todos nós fez com que todos os campeonatos foram paralisados e o campeonato paraibano foi um dos últimos a ser paralisado, um vez que alguns times da Paraíba não queriam que a competição foi parada, mas graças a Deus parou porque com esta doença não se brinca. Agora estamos todos em casa esperando até que tudo seja normalizado.

Quais foram as orientações que você jogadores receberam do clube?

Em João Pessoa, por incrível que pareça, até o momento em que saí de lá na última sexta-feira (dia 20), ainda não tinha nenhum caso confirmado, graças a Deus, com apenas alguns suspeitos e nós recebemos a recomendação de manter o preparo físico. Recebemos uma cartilha para continuar os treinamentos. Não é a mesma coisa de estar treinando no clube, mas também não deixa que se perca tanto a parte física.

Você está em Itobi?

Sim. No clube pararam todas as atividades e nos liberaram para fazer o que achássemos melhor, ou seja, permanecer em João Pessoa no apartamento ou viajar para a cidade natal. Eu preferi vir para Itobi para ficar juntos aos meus familiares, uma vez que já fazia uns seis meses que estava longe deles e não se sabe quanto tempo vai durar este problema.

Sua mensagem

Quero dizer para que todos fiquem em casa e se cuidem, pois este momento não é brincadeira e que logo, se Deus quiser, tudo isso vai passar e todos retornarão às suas atividades.

Matheus Ferraz

Matheus Ferraz

Como você tem visto este momento que o país passa com esta pandemia do coronavírus?

Em relação a pandemia, eu tenho visto como a maioria do pessoal, sabendo que temos que nos conscientizar daquilo que precisamos fazer para poder vencer este vírus e esta situação. Como todos os trabalhadores, nós também estamos parados, não estamos jogando e neste tempo parado temos que tomar as prevenções que precisam ser tomadas para que possamos vencer o mais rápido possível esta situação do coronavírus, que é uma situação séria que vem atingindo muitas pessoas, principalmente os idosos e todos temos que nos unir para que sejam evitadas as aglomerações e uso do álcool em gel e esperar que tudo volte ao normal o quando antes.

O que o clube, no caso o Fluminense, recomendou a vocês?

Em relação as orientações, são as mesmas que todos estão tomando, são as mesmas que todos já sabem, ou seja, não ficar saindo muito, evitar aglomerações e ir apenas nos lugares necessários como supermercados e farmácias. Eu tenho saído mais por questão de treinamento, uma vez que não posso ficar sem treinar, mas sempre em local aberto e respeitando as demais regras de cuidados ao pegar e higienizar as mãos, para evitar o contato com o vírus.

Sua mensagem

Quero deixar um grande abraço para todos de São José do Rio Pardo e dizer que todos possam orar muito a Deus para que estar situação possa se normalizar, para todos voltarem a sua rotina normal e que aquelas pessoas que infelizmente foram infectadas, que Deus possa cuidar, abençoar e proteger para que possam ficar curadas o mais rápido possível. Um grade abraço a todos e obrigado pelo espaço. Estou à disposição sempre. 

Por Luis Fernando Benedito

Confira também

“Cloroquina me ajudou na recuperação”, diz primeiro rio-pardense que passou pela Covid

Núncio Bucci Neto (Tuta) ficou 6 dias internado e a esposa Luciana ficou 9 O …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *