sexta-feira , 15 novembro 2019
Início / Cidade / FEUC e Fundação vão unir as suas contas

FEUC e Fundação vão unir as suas contas

FEUC e Fundação vão unir as suas contas

Decisão está agora no jurídico das duas instituições, após passar pelas diretorias

Os departamentos jurídicos da FEUC e da Fundação estão estudando a possibilidade de unir as contabilidades das duas instituições para redução de gastos. A ideia está em fase adiantada junto às diretorias das duas instituições, que já realizaram reuniões e debateram a viabilidade dessa parceria. Na reunião mais recente, inclusive, realizada dia 5, o prefeito Ernani Vasconcellos também participou.

Sebastião Luiz Serafim, diretor administrativo e presidente do Conselho de Administração da FEUC, explica que, pelo fato da faculdade rio-pardense estar desenvolvendo vários projetos de ensino superior e já dotar de uma gestão contábil, financeira e administrativa, essa parceria ou convênio com a Fundação começou a ser cogitada em 2018. Além disso, como o prédio ocupado pela FEUC pertence à Fundação, isso acaba pesando a favor dessa parceria.

De acordo com Serafim, a meta é reduzir os custos em comum entre as duas instituições, sem que haja interferência de uma na outra na questão de cursos e profissionais. “Os custos contábeis, financeiros e administrativos ficariam sendo executados pela FEUC, que não interferirá no quadro docente e de funcionários da Fundação, nem em seus cursos”, confirmou o diretor. “Isso já está em fase adiantada e depende agora de um parecer jurídico para formalizarmos essa parceria dentro da legalidade”.

Mario Rui, presidente da Fundação, já havia comentado ao jornal, na semana passada, que essa possibilidade de parceria existia e estava sendo estudada pelas duas diretorias. Agora, no entanto, caberá ao jurídico das duas instituições a decisão final.

Agronomia

Serafim falou também do curso de Agronomia, que só aguarda o parecer final do Conselho Estadual de Educação para ser oficializado. Representantes do Conselho estiveram em São José do Rio Pardo recentemente, viram o empenho da FEUC pelo curso e já aprovaram um relatório com parecer positivo.

Segundo o diretor, pesou muito para isso a verba conseguida pelo deputado federal Silvio Torres de R$ 250 mil para a montagem das instalações necessárias: aparelhos de Datashow, laboratório, banheiros químicos, prancheta para desenhos técnicos, compra de livros no valor de R$ 35 mil etc. “Estamos finalizando a parte burocrática para o recebimento da verba conseguida pelo deputado Silvio Torres neste início de ano”, completou. “Isso gerou confiabilidade para com a faculdade, criou-se uma atmosfera de credibilidade inclusive junto ao Conselho Estadual de Educação, que deve aprovar o curso”.

A expectativa da FEUC é começar o curso de Agronomia já agora em março. Se, no entanto, por algum motivo a aprovação pelo Conselho Estadual de Educação atrasar, o plano B é dar início à primeira turma no segundo semestre deste ano. Os professores que ministrarão as aulas já passaram pelo processo seletivo e aguardam ser chamados.

Biomedicina

Tendo começado no segundo semestre de 2018, o curso de Biomedicina foi um projeto difícil para a FEUC pela falta de demanda de alunos, inicialmente. A oficialização, porém, da transferência do Laboratório Municipal para a faculdade despertou o interesse de muitos pela possibilidade das aulas práticas serem feitas na própria FEUC. Assim, o curso teve início com 25 alunos e, para este ano de 2019, já está sendo completada uma nova classe. As aulas devem começar no dia 4 de fevereiro.

“Este curso e o laboratório indo para a FEUC têm sido um divisor de águas para nós. A FEUC, com isso, passou a ser mais comentada porque ela passa a oferecer aos seus alunos toda a experiência necessária para entrar no mercado de trabalho. Temos, assim, uma visibilidade muito maior”, avaliou o diretor.

Laboratório Municipal

Serafim explicou, no entanto, que a ida do Laboratório Municipal para a FEUC está se limitando à transferência de local. A FEUC não fará gestão dele, embora venha a ganhar com a oferta do estágio aos alunos de Biomedicina e colha dividendos com os serviços a serem ali prestados.

“O laboratório não está saindo da gestão da Secretaria Municipal da Saúde. Embora isso tenha causado certa incerteza nos funcionários que trabalham nele, não procede qualquer informação sobre mudança de gestão. O que existe de possibilidade com esta parceria é que o laboratório poderá prestar serviços para Prefeitura e para empresas da região, com análises de águas, por exemplo”, confirmou o diretor, prevendo que em fevereiro a transferência de endereço do laboratório se concretize.

FEUC e Fundação ocupam prédios conjugados e agora farão parceria em gestão

 

 

 

 

 

 

Confira também

Escolas municipais vão receber equipamentos doados pelo SESI

Impressoras, notebooks, monitores, cadeiras, mesas e outros itens serão entregues a elas A Secretaria Municipal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *