sábado , 16 outubro 2021
Início / Cidade / Döhler e Sindicato discutem acordo para início das demissões
Döhler

Döhler e Sindicato discutem acordo para início das demissões

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Tapiratiba e São José do Rio Pardo se reuniu durante toda a quinta-feira, 30, com representantes da Döhler para discutir assuntos relacionados ao processo de desligamento dos funcionários da companhia, que anunciou encerramento das atividades de forma gradativa, devendo demitir funcionários de dezembro deste ano a abril de 2022.

Na reunião foram tratadas questões relacionadas a direitos dos trabalhadores, como a criação de um pacote de benefícios que assegurem uma estabilidade, ainda que temporária, para os funcionários que serão dispensados.

De acordo com informações levantadas pela Gazeta, os funcionários pedem o pagamento de indenização no valor de R$ 20 mil, aumento no valor do tíquete alimentação e prorrogação da vigência do plano de saúde, por mais seis meses, após a demissão, além, ainda, da prorrogação do tíquete, também por seis meses.

A pauta começou a ser discutida por volta das 10 horas da manhã de quinta-feira e se estendeu até às 14 horas. Em seguida, as propostas foram apresentadas aos funcionários, em uma assembleia nas dependências da fábrica, que terminou por volta das 15h30.

De acordo com o apurado pela reportagem, houve avanços na questão do aumento do tíquete e prorrogação da vigência tanto do tíquete quanto do plano de saúde, entretanto, a proposta da indenização não chegou aos valores pretendidos pelos funcionários.

A reunião ocorreu na quinta-feira, das 10h00 às 14h00

O impasse deve resultar em uma nova reunião, ainda sem data para ocorrer.

Além do presidente do Sindicato, Marco Antonio de Souza e do diretor, Alexandre Anechini, a reunião contou com a participação de representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTIA Afins) e da diretoria da Döhler.

Sem esperanças

A reunião do prefeito Márcio Zanetti e do vereador Rafael Kocian, presidente da Câmara, na sede da Döhler em Limeira, no último dia 14 de setembro, não resultou em sucesso quanto à manutenção das atividades da empresa no município.

No dia 16 de setembro, após a reunião, o prefeito havia dito que o balanço da reunião foi positivo, contudo, não apresentou novidades em relação ao assunto.

Fazendo um balanço da viagem, no dia 21 de setembro, Kocian disse que saiu da reunião com uma expectativa maior do que quando chegou, contudo, afirmou que a diretoria da Döhler pediu: “Não deem falsas esperanças para as pessoas. Não alimentem os nossos colaboradores dizendo que vai chegar em abril e virá a fábrica tal no lugar e todo mundo continua empregado. Vamos trabalhar, mas nesse momento nós não temos isso”, comentou o vereador.

Confira também

Unir vacinou 70 animais contra a cinomose

Segundo Alessandra Freire Paolielo, da Ong Unir, a entidade promove campanhas para vacinar animais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *