sexta-feira , 14 agosto 2020
Início / Cidade / Cidade tem oitavo óbito por Covid, mas estuda reabertura das igrejas
Prefeito Ernani Vasconcellos e secretária municipal da saúde, Juliana Flausino

Cidade tem oitavo óbito por Covid, mas estuda reabertura das igrejas

Ainda na fase laranja, academias, restaurantes e bares continuam sem data para o retorno

Em nova entrevista concedida à Difusora FM, o prefeito Ernani Vasconcellos e a secretária municipal da saúde, Juliana Flausino, falaram sobre o aumento de internações que ocorreu na sexta-feira passada, dia 17, com posterior redução esta semana, além do novo óbito por Covid no município (o 8º). Comentaram ainda sobre os preparativos para a reabertura das igrejas no município, a permanência da cidade na fase laranja, e a questão das academias, restaurantes e bares.

Óbito e internações

“No dia 23 de julho tivemos novo óbito, um senhor de 66 anos que estava internado na UTI desde 10 de julho e teve um agravamento. É o primeiro óbito que foi em decorrência da infecção mesmo, porque ele não tinha comorbidade e isso nos deixa preocupados. Estamos nos organizando para que isso não aconteça novamente, não queremos agravamento dos casos.  Tivemos mais um falecimento, mas foi de um munícipe de Itobi, pois nossa UTI é regional”, disse Juliana, esclarecendo que este último não morreu de Covid.

“No momento não temos mais nenhuma internação na UTI. Três pessoas estão na enfermaria clínica, duas são rio-pardenses e uma de Itobi. Na sexta-feira, dia 17, aconteceram 11 internações. A Santa Casa dividiu em ala dos confirmados e ala dos suspeitos para se organizar melhor. Nós assustamos com essas 11 internações”, admitiu.

“Ter aberto o comércio teve, sim, um reflexo, só que com a abertura e o tempo decorrido, o número de casos não foi tão ostensivo”, disse o prefeito Ernani.

Abertura dos templos

“Estamos em conversa contínua com todos os seguimentos religiosos. A flexibilização será feita de uma maneira geral, para todas as religiões. Na última reunião, decidimos que, por enquanto, neste momento, não iremos liberar. Tivemos aumento de internação, agravamento de casos a ponto de ficarem na UTI, então não tem como por enquanto. Eles estão elaborando o protocolo, a igreja católica já tem, os evangélicos estão fazendo, estamos fazendo fiscalização através da Vigilância Sanitária nos templos e em breve esperamos conseguir liberar”, revelou Juliana.

“São José permanece na fase laranja, mas estávamos com medo de regredir para a fase vermelha. Desde segunda-feira, dia 20, estávamos preocupados porque São João da Boa Vista teve um aumento nos casos, assim como outras cidades da região. A DRS (Diretoria Regional de Sáude) já estava sinalizando que poderíamos voltar para o vermelho. Agora já podemos voltar a conversar com os setores sobre protocolos e uma reabertura futura”, declarou Ernani.

Academias, restaurantes e bares

“As academias, restaurantes e bares são segmentos que temos que ver de uma forma diferenciada. O Plano São Paulo é bem específico quanto a classificação deles, e quando eles poderão ter uma flexibilização. Estamos em conversa com o pessoal das academias, somos solidários e estamos tentando ser parceiros, mas enquanto não tiver segurança para essa flexibilização, não conseguiremos liberar. No entanto eles estão bem organizados, já levaram protocolos na Vigilância Sanitária, já fizemos visitas nas academias para ver o que eles podem fazer para manter o ambiente seguro, está bem adiantado”, completou Juliana.

Confira também

João Doria testa positivo para a Covid-19

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (12) que testou positivo para a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *