Início / Cidade / Operação prende traficantes e ‘Dois crânios’- Vejam esta e outras noticiais policiais

Operação prende traficantes e ‘Dois crânios’- Vejam esta e outras noticiais policiais

Operação prende traficantes e ‘Dois crânios’

Com helicóptero, PM prende dois irmãos no Cassucci e ainda um foragido em Grama

 

Foi realizada na sexta-feira, dia 19, a operação “Servir e Proteger” em São José do Rio Pardo e São Sebastião da Grama. A ação foi feita por policiais militares rio-pardenses com apoio das PMs de Caconde, Tapiratiba e Mococa. Um helicóptero da Polícia Militar de Piracicaba, o Águia 11, sobrevoou as duas cidades, para apoio às ações das viaturas.

O capitão PM Carlos Roberto Negrini, de Mococa, esteve presente e disse que o major Gaspar e o tenente Tomaselli comandaram as ações. Até às 17h50 de ontem, aproximadamente, o saldo da operação havia sido a prisão de dois irmãos envolvidos em tráfico de drogas (um maior e um menor de idade), ambos no bairro Carlos Cassucci.

Além disso, foram apreendidos 1.500 pinos vazios, 55 pinos cheios de cocaína, 13 papelotes de maconha, R$ 610 em dinheiro, um pedaço pequeno de maconha e dois celulares Samsung. O material foi achado no local conhecido como “pedra do Bronx”.

Em Grama foi preso o foragido conhecido por “Dois crânios”, acusado de ser o autor de vários roubos à mão armada em São José do Rio Pardo, há poucos meses.

Pinos, drogas, dinheiro e celulares foram apreendidos na operação

 

 

Roubaram carro e foram presos

Na noite de 15 de outubro uma mulher, AEBA, de 32 anos, chamou a polícia porque seu carro fora roubado quando estava na rua Luis Melchiori, no Jardim Eunice, perto de sua residência. Ela disse que dois homens – um deles armado – aproximaram-se e anunciaram o assalto, levaram seu GM Classic, além de pertences pessoais que estavam no interior do veículo.

A proprietária afirmou que os ladrões fugiram rumo ao bairro Buenos Aires. Ela disse ainda que após deixar a Delegacia de Polícia, onde registrou o Boletim de Ocorrência, foi informada que seu veículo havia sido encontrado e os suspeitos haviam sido presos.

E mais: na Delegacia ela identificou os autores, LFVS, de 32 anos, e um menor de 16 anos, que segundo ela, portava a arma no momento do assalto.

Os policiais militares relatam no boletim de ocorrência que realizavam diligências na tentativa de encontrar o veículo roubado quando, na SP 207 (São José do Rio Pardo/Mococa), próximo à barragem da Usina Euclides da Cunha, avistaram dois homens andando no sentido oposto e eles tentaram fugir ao ver a viatura.

O menor foi abordado e em seu poder estava a quantia de R$ 70,00; já LFVS, durante a fuga descartou algo. Ele foi contido e, em busca pessoal, tinha R$ 59,00 e o objeto descartado era a chave de um veículo GM.

Os dois confessaram o roubo do carro, dizendo que o mesmo estava a cerca de dois quilômetros daquele local, próximo a uma fazenda e às margens da Rodovia SP 207, o que foi confirmado pelos PMs.

O menor admitiu que, em companhia de LFVS, roubou o carro usando simulacro de arma de fogo, que estaria na casa de seu amigo GD, em uma biqueira no bairro Chico Xavier. A arma, contudo, não foi encontrada.

O menor confessou ainda que tinha em sua casa drogas escondidas em um guarda roupas e que ele as vendia no bairro Chico Xavier, no período das 7h00 às 19h00. Os policiais foram até a casa dele e, com autorização de sua mãe ATP, de 45 anos, acharam no guarda-roupas 14 porções de maconha e 18 pinos de cocaína. Os dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia e ficaram presos.

 

 

Pneus, embreagem, lixadeirae baterias furtados na SP 207

Uma empresa localizada no quilômetro 16 da SP 207, rodovia de acesso a Mococa pela Usina Euclides da Cunha, teve vários objetos furtados na noite de 15 para 16 de outubro. OCC, de 39 anos, funcionário da empresa, disse à polícia que ao chegar ao local notou que o mesmo havia sido invadido e de lá levaram: três pneus de máquina motoniveladora, um pneu de caminhão, duas caixas de ferramentas, um kit de embreagem de caminhão, uma lixadeira e três baterias (uma para caminhão, uma para trator e outra para carro). O local conta com serviço de monitoramento e poderá ser possível identificar o autor ou autores, para que a polícia os prenda. Não foi informado o valor total do prejuízo.

 

Procurado pela polícia épreso no feriado do dia 12

A equipe Rocam, em patrulhamento pela Avenida Maria Aparecida Salgado Braguetta na manhã do último dia 12 de outubro, mais especificamente no local conhecido como Buracão, abordou vários indivíduos. Um deles afirmou que estava de “saidinha” (indulto do Dia das Crianças) e que não recordava o número de sua matrícula, dando um nome falso, que foi descoberto após pesquisa feita pelos policiais. Acuado, acabou depois por dar o nome correto JRL (27 anos).

Os policiais, em nova busca, constataram que o mesmo constava como preso e evadido do Semiaberto de Itapetininga desde o último dia 8 desde mês. Ele foi preso e conduzido algemado à Delegacia de Polícia, onde foi elaborado o boletim de ocorrência por falsidade ideológica e captura de procurado. JRL ficou preso e  disposição da justiça.

 

 

Casal é assaltado no Parque Beira Rio

Houve ainda roubo em joalheria no centro da cidade, mas o ladrão foi preso

 

Mais um assalto à mão armada ocorreu esta semana em São José do Rio Pardo e, um dia antes, uma joalheria no centro da cidade teve objetos preciosos roubados (mas o autor foi preso pouco tempo depois).

O assalto mais recente aconteceu na noite de quinta-feira, dia 18, por volta das 23 horas, em uma residência na rua Dr. Leão Ribeiro Oliveira, no Parque Beira Rio. O proprietário da casa, DHCV, ouviu barulho em um dos quartos e, quando foi averiguar, foi surpreendido por três homens. Eles anunciaram o assalto e ordenaram que ele ficasse quieto e de costas.

Os bandidos renderam também a esposa do homem e exigiram dinheiro do casal, levando R$ 1.500, um par de alianças de ouro, bijuterias, as chaves dos dois veículos do casal e dois aparelhos de celulares. DHCV disse não ter visto as características dos bandidos porque teve que ficar o tempo todo de costas.

A residência, porém, tem sistema de monitoramento com câmeras e as imagens podem ter captado a fisionomia dos ladrões.

Joalheria

Na madrugada de 17 de outubro houve roubo em uma joalheria na rua Rui Barbosa, centro da cidade, mas o autor foi preso minutos depois do crime. Os soldados PMs Parra e J.Pereira ouviram de um homem de 69 anos, RBP, que escutou um vidro sendo quebrado e, ao sair na janela para ver o que era, notou que um homem alto, moreno, trajando bermuda clara, camisa com listras e usando boné, estava carregando algo na mão, saindo em direção à Rua Francisco Glicério.

Com as caraterísticas do indivíduo os policiais iniciaram diligências e o encontraram na Rua Agnaldo Machado Pourrat, quando ele ia em direção ao centro. Ao ver os policias ele descartou algo, que foi jogado sobre o telhado de uma casa. Foi abordado e confessou ter roubado a joalheria após estourar com um paralelepípedo os vidros da loja. Os policiais foram até a residência e, do telhado, recolheram uma sacola que continha pulseiras e correntes.

O autor do roubo, ACS, de 37 anos, confessou ainda ter descartado em uma lixeira na Rua Benjamin Constant um mostruário contendo algumas pulseiras. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde permaneceu preso por furto qualificado.

CASD, de 24 anos, dono da joalheria, compareceu ao Plantão Policial, onde constatou que havia 47 correntes no valor de R$ 3.633,00 e 41 pulseiras, avaliadas em R$ 1.624,00. As joias foram devolvidas ao proprietário.

FOTO

Material roubado foi recuperado pela polícia militar e depois devolvido ao dono

Fachada da joalheria, que teve a frente de vidro quebrada com paralelepípedo

 

 

Mulher passa notas falsas de R$ 100

Na tarde de 15 de outubro a Polícia Militar foi acionada e compareceu a dois estabelecimentos comerciais. Na Praça Barão do Rio Pardo uma funcionária da Padaria Itaiquara, ESC, de 22 anos, disse que atendeu uma mulher de aproximadamente 1,65 m, branca, com tatuagem no braço e ombro esquerdo, cabelo ondulado, vestindo blusa amarela e calça jeans.

Segundo a funcionária, a mulher pediu alguns produtos que custaram R$ 21,50 e pagou com uma nota de R$ 100,00 e outra de R$ 2,00, recebendo R$ 80,50 de troco. Ao perceber que a nota era falsa, a funcionária tentou alcançar a mulher, que entrou em um veículo de placas DKQ 7368, conduzido por um homem. O casal evadiu-se rapidamente do local.

Os policiais, no momento em que realizavam diligências na intenção de localizar o casal, recebeu informação de que outra loja havia sido alvo do mesmo golpe. AFCS, de 55 anos, proprietário da Loja Realce, informou que sua funcionária havia recebido de uma mulher uma nota falsa de R$ 100,00, usada para pagamento de uma compra no valor de R$ 66,10.

Tanto a padaria quanto a loja possuem câmeras de segurança, cujas imagens estão sendo examinadas agora para identificar a mulher e, com isso, chegar também no homem que lhe deu cobertura.

 

Moradora perde R$ 1.900 após ter cartão roubado

Por volta das 8h30 do último dia 13 de outubro a Polícia Militar foi a uma agência bancária na Praça XV de Novembro, onde uma mulher, AF, de 65 anos, disse ter usado o caixa eletrônico do banco e que o cartão ficou preso. Segundo a mulher, um indivíduo branco e trajando roupas claras se prontificou a ajuda-la, mas, ao retirar o cartão, evadiu-se do local levando o cartão, que foi usado por ele para sacar a quantia de R$ 1.900,00. A Polícia Militar realizou patrulhamento nas imediações sem, contudo lograr êxito.

 

 

Policiais Militares apreendem 187 pinos de cocaína em mata

Na tarde de 16 de outubro os policiais militares Canato e Mantovani transitavam com a viatura pela Avenida Américo Emílio Romi. Lá há uma mata entre os bairros Eduardo Cassucci e Chico Xavier, local de tráfico de drogas. Eles viram um indivíduo na borda da mata, que mexia em um celular e não percebeu a aproximação dos policias, que chegaram próximo a uma cerca de arame farpado, desembarcaram da viatura e foram em direção a ele, quando foram percebidos.

O indivíduo e um outro sujeito fugiram mata adentro, não sendo possível a abordagem. Porém, no local, foram apreendidos pelo PMs 187 pinos de cocaína, que foram então levadas à Delegacia de Polícia, aonde foi feito o boletim de ocorrência.

Os 187 pinos de cocaína foram levados para a Delegacia de Polícia

 

 

 

 

Roubou pia de cozinhae foi preso em sua casa

No feriado do dia 12 a Polícia Militar compareceu à Rua Antônio Carlos Neves Campos, onde um homem, JCCA, disse ter presenciado o furto de uma pia de cozinha em inox de 1,50m, já com a cuba, de uma casa que está em obra, na qual ele trabalha. Outro homem, RRRT, de 38 anos, disse ter visto um indivíduo, MM, de 42 anos, carregando a pia em direção ao Sítio Santa Delfina.

Os policias foram levados pelas testemunhas até a casa de MM, onde o mesmo negou ter feito o roubo e não quis abrir o portão. O cabo PM Braga teve que pular o muro, onde fez a abordagem a MM, que teve que ser contido com o uso de algemas e foi levado até à Delegacia de Polícia, onde foi feito o boletim de ocorrência por roubo.

 

 

Procurado pela polícia é preso no feriado do dia 12

A equipe Rocam, em patrulhamento pela Avenida Maria Aparecida Salgado Braguetta na manhã do último dia 12 de outubro, mais especificamente no local conhecido como Buracão, abordou vários indivíduos. Um deles afirmou que estava de “saidinha” (indulto do Dia das Crianças) e que não recordava o número de sua matrícula, dando um nome falso, que foi descoberto após pesquisa feita pelos policiais. Acuado, acabou depois por dar o nome correto JRL (27 anos).

Os policiais, em nova busca, constataram que o mesmo constava como preso e evadido do Semiaberto de Itapetininga desde o último dia 8 desde mês. Ele foi preso e conduzido algemado à Delegacia de Polícia, onde foi elaborado o boletim de ocorrência por falsidade ideológica e captura de procurado. JRL ficou preso e  disposição da justiça.

 

 

 

Cocaína é encontrada por acaso no local de trabalho

No domingo, dia 14, por volta das 11h a Policia Militar compareceu à Rua Antônio Adelino da Silva, no Colina Verde, onde um homem, JJS, de 41 anos, informou ter encontrado no quintal da obra onde trabalha um invólucro contendo 15 pinos pequenos e 14 pinos grandes contendo cocaína. As drogas foram levadas até a Delegacia de Polícia, pesadas totalizando 46 gramas.

 

 

Confira também

Câmara de São João da Boa Vista aprova projeto para adaptar caixas eletrônicos para cadeirantes

A Câmara Municipal aprovou, na sessão de segunda-feira (15), um anteprojeto de lei que prevê ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *