sexta-feira , 19 julho 2019
Início / Brasil & Mundo / Pesquisadores da USP e da UFSCar alertam que corte de bolsas prejudicará a ciência e o país
Lara Kelly por pouco não perdeu a bolsa de estudos (Reprodução EPTV)

Pesquisadores da USP e da UFSCar alertam que corte de bolsas prejudicará a ciência e o país

De acordo com a matéria publicada pelo G1, pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e da Universidade de São Paulo (USP) de São Carlos (SP) temem pelo futuro da ciência e acreditam que o corte das bolsas de mestrado e doutorado feito pelo Ministério da Educação vai prejudicar desenvolvimento do país, causando danos irreversíveis.

“Cortar investimentos de ciência e tecnologia e formação de recursos humanos é prejudicar a chance de sairmos da crise, porque nós precisamos de pessoas que gerem o novo e o que for necessário para avançar a economia. É o lugar errado para pensar em sacrifícios além do possível”, afirmou o professor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), Vanderlei Bagnato.

Suspensão de bolsas

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) cancelou as bolsas que eram de alunos que tinham acabado de entregar seus trabalhos e que estavam disponíveis para novos alunos.

A medida afetou mestrandos e doutorandos tanto da UFSCar que já tinha sofrido um bloqueio de R$ 19,4 milhões em seu orçamento, quanto da USP.

Por pouco, a doutoranda Lara Kelly Ribeiro da Silva não ficou sem a bolsa. Ela foi uma das últimas estudantes a conseguir o benefício, após enfrentar uma seleção com 120 candidatos.

Sem o financiamento ela não conseguiria dar continuidade a pesquisa de cinco anos na área de materiais cerâmicos no Departamento de Química da UFSCar e que tem resultados promissores.

“Pode ser usado na indústria farmacêutica, na produção de pomadas, além disso no rendimento de carro, na queima de combustíveis e na despoluição de água no tratamento de hormônio, fármacos e corantes”, explicou.

 Para o professor emérito da UFSCar Elson Longo, o corte pode levar a perda de pesquisadores que poderiam contribuir para o desenvolvimento do país.
“Existe uma grande possibilidade de nós termos uma evasão muito grande de cérebros no Brasil com essa atitude do Ministério [da Educação]”, diz o professor.

Confira também

Site recebe a partir desta terça cadastro para lista de ‘não perturbe’ do telemarketing

Segundo informações publicadas no site do G1, os consumidores que não desejam receber ligações de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *