sexta-feira , 19 julho 2019
Início / Regionais / 20ª Taça São João tem atletas de dez estados – Vejam esta e outras noticias regionais

20ª Taça São João tem atletas de dez estados – Vejam esta e outras noticias regionais

20ª Taça São João tem  atletas de dez estados
Uma cerimônia de abertura da 20ª Taça São João de Futebol do Interior Paulista – Brasil aconteceu nesta sexta-feira, 11 de janeiro, às 19h, no ginásio do Centro de Integração Comunitária (CIC), em São João da Boa Vista. O evento acontece até o dia 19, com a participação de 117 equipes de 48 clubes, que representam 10 estados brasileiros. Cerca de3 mil atletas competem nas categorias sub 12, sub 14, sub 16 e sub 18.

Até 2017 a Taça era definida de caráter internacional. No entanto, como já havia mais de uma década de realização em São João, o vereador José Cláudio Ferreira propôs a criação da Lei 4.100, de 23 de março de 2017, alterando o nome para Taça São João de Futebol de Base, e que o torneio passasse a fazer parte do calendário de eventos do município.

A Prefeitura apenas contribui com a parte de infraestrutura, que inclui fornecimento de escolas para alojamento das equipes e gramados de responsabilidade da administração municipal para a realização dos jogos.Desde que é disputada em São João, a Taça já recebeu inúmeros participantes, que hoje são jogadores conhecidos. Um dos mais famosos é o meio campista Oscar (artilheiro da Taça em 2005, na categoria sub 14).

Em seguida, Oscar jogou no São Paulo, Internacional, Chelsea (Inglaterra) e Seleção Brasileira (Copa do Mundo de 2014). Atualmente, está no futebol chinês.Cristian (ex-Corinthians, Fernerbahçe da Turquia e Grêmio), Jobson (ex-Botafogo e Atlético Mineiro), Tiago Luís (Santos, Ponte Preta, Chapecoense e Goiás) e os sanjoanenses Nenê Bonilha (ex-Corinthians, Vitória de Setúbal de Portugal e Fortaleza) e Matheus Reis (ex-São Paulo e Bahia) também fazem parte da lista.

O torneio reúne 117 equipes de 48 clubes brasileiros, em São João da Boa Vista

 

Prefeitura de Aguaí

 

Prefeitura de Aguaí adquiriu recentemente, por meio da Secretaria de Planejamento, Serviços Urbanos e Meio Ambiente, uma Usina de Asfalto que irá processar massa a frio e será utilizada nas ações de manutenção e tapa buracos. Com a aquisição desse equipamento, feito via processo licitatório, as operações de tapa buracos poderão ser feitas mesmo com o tempo instável, uma vez que a massa é a frio. Isso irá gerar também economia aos cofres públicos, pois antes a massa quente comprada vinha de outras cidades, e era usada apenas em dias de sol.

Os equipamentos para a Usina já chegaram e nos próximos dias será executada a sua instalação, para então dar início à produção. Trata-se de um investimento na área de zeladoria que contribuirá para uma cidade mais organizada.

 

Um menino de 11 anos ficou ferido após o celular estourar e estilhaços da tela atingirem seus olhos, na noite de terça-feira (8), em São João na Boa Vista.

O garoto deu entrada no ambulatório da Santa Casa por volta das 21h acompanhado da mãe, mas após receber os primeiros socorros foi transferido para o Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Campinas.

Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, a transferência foi necessária porque estilhaços entraram no olho direito do menino e o hospital não tem estrutura oftalmológica para este atendimento.A assessoria de imprensa do HC informou à EPTV, afiliada da TV Globo, que o menino foi atendido durante a manhã de quarta-feira (9) e teve uma lesão superficial na pálpebra. Ele foi medicado e liberado.

Orientações

O especialista em telecomunicações Jonathan Lopes Silva explicou que grande parte das explosões de aparelhos estão relacionadas ao superaquecimento, geralmente ocasionadas pela bateria.

 

 

 

Pinhalense que idealizou o ‘Rá-Tim-Bum’ faleceu

Diretora pedagógica na TV Cultura, a pinhalense Célia Marques faleceu no dia 16 de dezembro aos 92 anos, após quase duas décadas de trabalho na emissora, onde ajudou a idealizar programas históricos. Em 1990 ela estreava na TV Cultura um programa cheio de cores e quadros, na sala de uma família de classe média. Falava de ecologia, português e matemática, histórias e curiosidades. Era o Rá-Tim-Bum, uma das memórias que mais voltavam a Celia Marques nos últimos meses de 2018. Diretora do departamento de educação da TV, Celia ajudou a elaborar o programa junto com a xará, Célia Regina Ferreira Santos. O nome foi ideia de Edu Lobo, num almoço com as duas e Fernando Meirelles, que seria o diretor da atração. CaoHamburger foi o diretor.

Do Telecurso ao Rá-tim-bum, a pedagoga pinhalense ajudou a colocar educação na TV. O Rá-Tim-Bum foi mais um capítulo numa vida dedicada à educação. Percebendo a carência de crianças de escolas públicas em fase de pré-escola, Celia achou que a TV poderia ajudar. Foi assim também quando começou com os telecursos, anos antes, para ajudar quem não tinha dinheiro ou tempo para estudar.

Nascida em Espírito Santo do Pinhal, Celia foi uma criança séria, que preferia ler do que brincar. Aos 26 anos, ganhou uma bolsa para estudar nos Estados Unidos. De volta ao Brasil, trabalhou na divisão de ensino da editora Abril e participou da elaboração das cartilhas do projeto Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização), criado pelo governo militar. Na mesma época, quando foi comprar um carro novo, conheceu Lúcio Toledo Malta, que seria seu companheiro a vida toda, até a morte dele, em 2000.

Celia morreu no dia 16 de dezembro, de falência de múltiplos órgãos, aos 92 anos. Deixou três sobrinhos, Marcelo, Márcio e Ana Luiza, e um legado de educação, que segue no ar na TV.

Celia Marques, uma das idealizadoras do programa Rá-Tim-Bum

Confira também

Site recebe a partir desta terça cadastro para lista de ‘não perturbe’ do telemarketing

Segundo informações publicadas no site do G1, os consumidores que não desejam receber ligações de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *