segunda-feira , 16 dezembro 2019
Início / Agricultura / Serviço de Inspeção Municipal será reformulado

Serviço de Inspeção Municipal será reformulado

Sistema ficará mais rigoroso para que os produtos rio-pardenses sejam comercializados até fora do país

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM) de São José do Rio Pardo passará por uma reformulação, visando a padronização dos critérios de avaliação, qualidade e segurança dos Produtos de Origem Animal produzidos no município. A partir do ano de 2020, ele irá se equiparar ao Serviço de Inspeção Federal ( SIF), através das instruções normativas e decretos que passarão por uma reavaliação, que tem como objetivo a obtenção do SISBI, que é o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal.

Carlos Rebello Negreiros Filho, médico veterinário da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, conversou com o jornal para esclarecer o objetivo dessa mudança. “O trabalho será feito através da reformulação das leis e dos critérios de avaliação dos serviços de inspeção. O sistema vai ficar mais rigoroso e satisfatório para que os produtos produzidos aqui no município possam ser transportados para outros municípios, estados e inclusive outros países”, afirma ele. “Serão inspecionadas todas as áreas que produzem produtos de origem animal. Sejam as carnes, os derivados como ovos, leites, queijos, mel e etc”.

Prazo

“Esperamos que no máximo até o meio do ano que vem essa reformulação já esteja em vigor. Uma vez que ela entre em vigor, daremos um prazo de quatro meses para que todos os produtores possam se adequar às novas regras. É um prazo relativamente curto e já avisaremos antecipadamente para que esses produtores comecem a se preparar antes da lei entrar em vigor”, comunica.

Técnico veterinário

 “O cuidado mais importante que os produtores precisam ter quando a inspeção for até o local de produção, que é um item obrigatório independente do que for produzido, é um técnico veterinário. Ele que vai ajudar o produtor a se adequar às leis. Ele também será o responsável pela propriedade junto com o produtor”, informa Carlos.

“Não teremos apenas o SIM equiparado ao SIF, vamos manter também um Serviço de Inspeção Municipal, com os moldes tradicionais, para os produtores que quiserem comercializar apenas aqui na região”, encerra.


Carlos Rebello Negreiros Filho, médico veterinário da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente

Confira também

Homem é preso suspeito de estuprar adolescente de 14 anos

Um homem foi preso na manhã deste sábado, dia 7, em São Carlos , suspeito de estuprar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *