segunda-feira , 16 dezembro 2019
Início / Cidade / Plantão Policial
Plantão policial ( imagem da internet)

Plantão Policial

Sobem para 9 as tentativas de suicídio em dois meses

Duas novas tentativas de suicídio aconteceram esta semana em São José do Rio Pardo, elevando para 9 o número de pessoas que, em apenas dois meses, tentaram tirar a própria vida. Oito desses casos envolveram mulheres.

Nas ocorrências desta semana, uma aconteceu segunda-feira, dia 25, e a outra no dia seguinte, 26 de novembro. A do dia 25 envolveu uma mulher de 44 anos, que já estava no Pronto Socorro Municipal quando foi abordada pela polícia militar. O filho da vítima, W.C.P.A., disse aos policiais que sua mãe estava conversando com dificuldades naquele momento, após o ocorrido.

Pouco tempo depois, quando o estado clínico da mulher melhorou um pouco, ela confirmou aos policiais que havia tomado altas doses de comprimidos, no total de 12 medicamentos, na tentativa de tirar a própria vida.

A segunda tentativa de suicídio ocorreu na rua Ferrucio Tolesi, no bairro Santo Antônio: uma mulher de 59 anos, S.A.Z.Z., com quadro depressivo, havia amarrado alguns lençóis no muro do terraço e colocado uma corda em volta de seu pescoço, vindo a se jogar do muro de uma altura aproximadamente de 5 metros. Neste momento o lençol rasgou e a mulher caiu ao solo, batendo a boca.

Sua irmã recebeu um telefonema em seu serviço sobre o ocorrido. Quando foi até a casa, a vítima já estava sendo socorrida pelo Samu e foi levada ao Pronto Socorro, onde recebeu atendimento para cuidar de seus ferimentos.

Outros casos

Conforme Gazeta publicou em sua edição do dia 16 de novembro, em um período de pouco mais de três semanas, ou seja, 23 dias, São José do Rio Pardo já havia registrado sete (7) tentativas de suicídio. Em todos os meses anteriores de 2019, ou seja, de janeiro a setembro, a cidade havia registrado apenas quatro (4) casos, dos quais dois acabaram terminando em morte.

No mês de abril, ocorreu a primeira tentativa e, infelizmente, consumada: um homem de 29 anos tirou a própria vida. Dia 17 de junho, um senhor de 63 anos foi encontrado morto por sua esposa, enforcado.

Em 19 de junho, uma mulher de 37 anos, que não reside na cidade, veio até São José para se atirar de uma ponte. Ela foi impedida por um munícipe que a levou até o Pronto Socorro. Dia 24 de agosto, uma adolescente de 15 anos tentou suicídio ingerindo uma dose alta de medicamentos, e foi levada ao Pronto Socorro pelo pai.

No dia 19 de outubro, N.A.M, uma garota de 17 anos, foi levada ao Pronto Socorro por seu amigo, que informou que a moça havia ingerido alguns comprimidos, não sabendo especificar o nome deles. Ele contou que recebeu uma mensagem da amiga na qual a mesma afirmava que não estava bem. O rapaz foi até a residência da jovem, e ela assumiu que havia ingerido os comprimidos para tentar suicídio.

No dia 20 do mesmo mês, o fato ocorreu com N.G.E., também de 17 anos, que ingeriu uma quantidade grande de medicamentos. Ela relatou à polícia que tem surtos psicóticos por causa de seu estado emocional e, quando se desentende com seu companheiro, se descontrola e perde a noção de suas atitudes. Afirmou ainda que quando tem crise psicológica, se joga contra obstáculos com a finalidade de se machucar e até atentar contra a própria vida.

No dia 28 de outubro, mais dois casos.  Um deles foi no bairro Santo Antônio, onde uma moça, A.A.R, estava chorando muito e solicitou ajuda da polícia, pois havia ingerido comprimidos antidepressivos na tentativa de acabar com a vida. Ela foi levada para o Pronto Socorro e ficou em observação.

O outro caso teve a presença da polícia militar no Centro de Referência da Unimed. No local, a polícia conversou com o pai de uma jovem de 20 anos, que disse que a encontrou caída no chão, e desacordada. O pai disse ainda que a filha sofre de depressão, e que supostamente havia ingerido medicamentos em excesso.

Ainda no final de outubro aconteceu mais uma tentativa de suicídio, desta vez envolvendo um médico em São José do Rio Pardo, mas a família solicitou à polícia que não divulgasse nada à imprensa. O fato, porém, ocorreu e circulou pelas redes sociais.

No mês de novembro, uma mulher de 37 anos deu entrada no Pronto Socorro no dia 2, após ingerir grande quantidade de medicamentos. Seu amásio, E.O.S, afirmou que ela tem depressão e, naquele dia, estava com comportamento estranho, e acabou ingerindo remédios antidepressivos em dose excessiva.

No dia 11 de novembro, segunda-feira, V.C.D., mãe de um jovem de 24 anos, L.D.C.R, declarou em um boletim de ocorrência que seu filho tentou se suicidar com o auxílio de uma corda para enforcamento. Porém, ela chegou a tempo para soltar a corda e chamar o Samu para conduzir o filho até o Pronto Socorro para ser medicado, onde ficou em observação.

Homem compra moto furtada e acaba preso

A polícia militar, em patrulhamento preventivo pelo bairro São Bento no dia 22, localizou um homem, J.V.F., manuseando uma motocicleta sobre a calçada. A polícia passou, anotou a placa e verificou ser produto de furto pela cidade de Mococa.

Ao retornar, nem a moto e nem o homem estavam mais no local. Foram feitas buscas pelas imediações e a PM localizou, no mesmo endereço, o homem e a moto. Ao ser abordado, o home disse não saber de quem era a moto.

Ele foi levado à Delegacia de Polícia junto com o veículo e, lá, foi arbitrada fiança de R$3.000, que não foi paga, ficando o homem detido e à disposição da justiça.

Na delegacia, na presença do advogado, J.V.F confessou ter comprado a moto de um homem bem conhecido nos meios policiais pela prática de ilícitos.

Irmãos brigam e são levados à delegacia

Dia 23, sábado, a PM compareceu à rua PalmiroPetrocelli, no bairro Santa Tereza, onde estava ocorrendo um desentendimento entre irmãos. Os dois estavam se agredindo verbalmente, porém quando R.A.C resolveu deixar o local, M.V.S.G lhe arremessou um toco de madeira, lesionando sua orelha esquerda. Os dois foram levados à Delegacia, onde foram tomadas as providências, e logo após, as partes foram liberadas.

Jovem é presa com drogas

A polícia militar realizava policiamento preventivo no dia 24 pelo bairro Eduardo Cassucci quando, no cruzamento das ruas Américo Emílio Domi com Avenida dos Braghettas, avistou a jovem F.F.S, de 26 anos, em atitude suspeita em um ponto de ônibus. Ao ver a polícia a jovem se evadiu do local, sendo capturada logo depois.

Em busca pessoal foram encontrados com ela 4 pinos de cocaína e R$197, em notas diversas. Para não correr risco de fuga, a jovem foi algemada e conduzida à Delegacia de Polícia, onde a voz de prisão foi ratificada, permanecendo ela à disposição da justiça.

Menor e jovem de 21 anos vendiam cocaína

No dia 24 de novembro, domingo, a polícia militar recebeu uma denúncia de tráfico de drogas na esquina da Avenida Américo Emílio Domi com rua Alagoas, no Eduardo Cassucci. Foram lá e dois rapazes, ao verem a PM, empreenderam em fuga, mas foram capturados logo. Com R.V.P, de 21 anos, havia pouco dinheiro e celular; com o outro, menor de idade, a mesma coisa.  

Ao verificar o local da denúncia anônima, embaixo de uma pedra foram encontrados 20 pinos de cocaína. Foram dadas voz de prisão e apreensão aos rapazes, que ficaram na Delegacia à disposição da justiça, sendo que o menor, de 14 anos, ficou à disposição da Vara da Infância e Juventude.

Polícia Civil prende traficante no centro de Casa Branca

Uma operação de combate ao tráfico de drogas foi realizada na segunda-feira, dia 25, com a prisão de um homem de 21 anos na região central de Casa Branca. Policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecente (DISE) monitoravam o local durante a investigação.

Uma residência na Rua Senador Lacerda Franco era utilizada para a prática ativa do tráfico. A polícia apreendeu 29 pedras de crack, mais uma quantidade da droga, um tijolo de maconha, produtos para embalar entorpecentes e uma balança de precisão.

O delegado Wanderley Martins participou das ações em campo e destacou que o combate ao tráfico de drogas e ao crime organizado é contínuo.                                                               

Adolescente furta celular e vai parar na delegacia

No dia 25 a polícia militar estava em patrulhamento preventivo pela rua Campos Salles e viu J.P.V, que disse que seu celular acabara de ser furtado por um rapaz, o qual fugira para a Vila Brasil. Com as características do indivíduo, os policiais tiveram êxito em abordar o suspeito, um adolescente, com quem foi localizado o celular Motorola.

Diante dos fatos, foi dada voz de apreensão ao menor, que tem 17 anos, e seus pais foram avisados. A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia, onde foi ratificada voz de apreensão.

O suspeito foi entregue à sua mãe e o celular devolvido à vítima.

Objetos são furtados de casa em construção

Uma casa em construção teve objetos furtados na segunda-feira, dia 25, na rua Osvaldo Tempesta. O pedreiro J.C.S, ao chegar para trabalhar, notou que o motor de betoneira havia sido furtado, juntamente com uma extensão de 50 metros de fio.

A câmera de segurança de uma residência ao lado poderá ter filmado a pessoa que entrou na construção e as imagens ficaram de ser vistas pela polícia. A investigação continua.

Confira também

Homem é preso suspeito de estuprar adolescente de 14 anos

Um homem foi preso na manhã deste sábado, dia 7, em São Carlos , suspeito de estuprar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *