Início / Cidade / Motoristas pedem providências urgentes

Motoristas pedem providências urgentes

Motoristas pedem providências urgentes

Pista paralela à SP 207 e entrada do MariaBoaro estão em situação muito ruim

 

Proprietários de veículos particulares e motoristas de empresas estão cobrando da Prefeitura providências urgentes em relação a duas ruas muito ruins: a via paralela à SP 207, que liga os bairros João de Oliveira Machado e Buenos Aires, e a entrada para o Maria Boaro. As condições das pistas nos dois trechos piora cada dia mais.

Conforme a própria Prefeitura admite, a ponto de decretar estado de emergência para agilizar as obras de reparo na cidade, os buracos já se tornaram tão grandes em alguns locais que fica impossível os carros passarem acima dos 20 km por hora.

Na pista paralela à rodovia Pref. Omero Corrêa Leite (SP 207), que liga o Parque Residencial Dr. João de Oliveira Machado ao Buenos Aires, a situação é caótica. Como as obras na SP 207 estão em ritmo muito reduzido e uma das vias, a que vem do Buenos Aires à Usininha, ainda não foi liberada, a pista paralela, que passa ao lado da Padaria Portal,vem tendo trânsito intenso há vários meses e isso deteriorou totalmente o asfalto.

Há buracos por toda a extensão dela e os carros se espremem nas duas direções para não colidir lateralmente ou de traseira. Em dias de chuva, dirigir por ali virou uma aventura extremamente perigosa. Um detalhe estranho: em menos de 1 quilômetro aquela pista tem três nomes diferentes: rua Luis Marin, rua Pedro Curi e rua Della Torre Bertocco.

No Maria Boaro

Outra pista cuja condição também é caótica é a avenida Luiz Rodrigues Correa, que muda de nome no bairro Maria Boaro e vira avenida Marechal Mascarenhas de Moraes. Difícil é identificar quando uma termina e outra começa. O fato é que o trecho entre a rotatória e o Maria Boaro está intransitável para os carros e perigoso demais para os pedestres, que não têm acostamento para andar porque o mato tomou conta dos dois lados do calçamento. Cobras, aranhas, escorpiões e caramujos são vistos com frequência ali. O risco de atropelamento de pessoas é constante, porque elas são obrigadas a andar no asfalto.

Na entrada para o Maria Boaro já não se vê mais asfalto e sim um buraco de terra que se alastrou de tal forma que parece que a rua não é asfaltada naquele local. Carros, ônibus e caminhões passam lá com extrema dificuldade e cuidado para um não esbarrar no outro.

Alguma obra emergencial precisa ser feita nesses dois lugares pela Prefeitura antes que fiquem ainda pior e, por isso, o jornal procurou ouvir o secretário de Obras, engenheiro Fernando Passos. Ele foi procurado pelo repórter Luis Fernando Benedito e a entrevista está publicada também nesta edição.

FOTOS

Motorista de Fusca desvia de buraco e passa por outro na pista paralela à SP 207

Carreta passa ao lado de buraco bem grande na mesma pista, ao lado da SP 207

Esta é a situação caótica da rua de acesso ao bairro Maria Boaro: lama e asfalto péssimo

A mesma rua, mas vista de outro lado, confirma o caos desta via de acesso ao Maria Boaro

Carro e ônibus passam bem devagar e com cuidado para um não bater no outro

Confira também

Ex-prefeito de Mococa é preso por falsidade ideológica

O ex-prefeito de Mococa, Antônio Naufel, de 73 anos, tio do atual prefeito, foi preso ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *