Início / Últimas Notícias / Unifae doa 32 toneladas de donativos para instituições, inclusive de São José

Unifae doa 32 toneladas de donativos para instituições, inclusive de São José

Unifae doa 32 toneladas de donativos para instituições, inclusive de São José

Em evento ocorrido na quadra poliesportiva da Unifae na segunda-feira (26), aconteceu a festa de entrega dos donativos arrecadados durante a campanha solidária “Bixo Bom 2018”. Entre os dias 05 de fevereiro a 16 de março os estudantes da instituição arrecadaram 32.584 quilos de alimentos, produtos de limpeza e higiene.

As mais de 32 toneladas foram destinadas a 45 Instituições filantrópicas de São João da Boa Vista, Águas da Prata, Espírito Santo do Pinhal, Casa Branca, Caconde, Poços de Caldas, São Sebastião da Grama, Andradas, Santo Antônio do Jardim, Estiva Gerbi, Vargem Grande do Sul, Mococa, Divinolândia, São José do Rio Pardo e outras cidades da região.

“Mais uma vez percebemos que a campanha foi um sucesso, principalmente pelo espírito dos alunos, que se empenharam de forma maravilhosa, empolgante e contagiante nessa ação solidária da UNIFAE”, destacou o reitor Francisco Arten.

Os graduandos que mais se destacaram foram os de Ciências Contábeis, que juntos arrecadaram 11.672 quilos. Os alunos do primeiro ano foram os que mais contribuíram com este número, trazendo mais de quatro toneladas. A quantia rendeu o título, pela quinta vez, de maior “Quantidade Arrecadada” e de maior “Arrecadação Per Capita” ao curso.

“É um orgulho muito grande estar à frente desta galera. Eles se mobilizaram em prol dos mais necessitados. Sermos campões não é nossa maior conquista, afinal, nada se compara a fazer o bem ao próximo”, destacou o coordenador do ccurso, professor Luis Carlos Evaristo.

A entrega dos itens teve participações de alunos de todos os cursos. Entretanto, no quesito “Melhor torcida”, quem levou a melhor foram os futuros médicos, que foram ritmados pela bateria do curso.

O “Bixo Bom” surgiu em 2007 como forma de inovar na prática de receber os calouros, proibindo os trotes violentos e fortalecendo o espírito de solidariedade e o trabalho em equipe, integrando a comunidade acadêmica à sociedade local e regional.

 

Confira também

Trânsito no centro é cada vez mais difícil

Trânsito no centro é cada vez mais difícil Para ônibus, então, entrar na Francisquinho Dias ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *