Início / Últimas Notícias / Obras na SP 207 avançam e impressionam

Obras na SP 207 avançam e impressionam

Obras na SP 207 avançam e impressionam

Movimentação de terra é enorme perto do radar, para a construção da pista de ida

 

Texto: Eduardo Eron

Fotos: Paulo Sérgio Rodrigues

 

As obras de melhorias na SP 207, nos municípios de Mococa, São José do Rio Pardo e São Sebastião da Grama, estão em franco desenvolvimento. A parte envolvendo o trecho entre São José e Grama vem sendo executada pela empresa Maqterra, enquanto o serviço entre Mococa e São José está sendo feito pela Val Rocha. As duas empresas integram o Consórcio Média Mogiana, vencedora da licitação feita em 2017 pelo governo estadual. O investimento total é de R$ 64,95 milhões.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou esta semana à Gazeta do Rio Pardo que as obras em execução na SP 207, do km zero (São Sebastião da Grama) ao km 33 (SP 340 – em Mococa), contemplam: a recuperação do pavimento existente, pavimentação dos acostamentos, implantação de faixas adicionais e duplicação de 1,5 quilômetro no trecho urbano de São José do Rio Pardo.

Dois acessos

Também está em execução a recuperação de dois acessos a São José do Rio Pardo, à SPA 264/350 e à SPA 270/350. (A sigla SPA é usada pelo DER para identificar pequenos acessos às cidades, como o da rodovia Lupércio Torres).

Neste momento, segundo o DER, as obras estão em andamento  no trecho entre São Sebastião da Grama e São José do Rio Pardo para pavimentação dos acostamentos e implantação das faixas adicionais.

Já no trecho entre São José do Rio Pardo e a SP 340, equipes executam os trabalhos nos acostamentos da rodovia e fundações para implantação da nova ponte na área urbana de São José do Rio Pardo – entre a Usininha e o bairro João de Oliveira Machado.

Duas pistas

Sobre a intensa movimentação de terra ao lado da pista que leva ao bairro Carlos Cassucci, na área situada abaixo do asfalto, o DER observa que o serviço está sendo feito para que haja a duplicação da rodovia. Ou seja: haverá uma pista de ida até a rotatória que dá acesso ao Distrito Industrial e outra pista de retorno à cidade.

O mapa republicado nesta edição do jornal e feito pela empresa Val Rocha há poucos meses, por solicitação da Gazeta, mostra exatamente como ficará aquele trecho, que terá cerca de 1,4 quilômetros.

O DER divulgou também que a faixa adicional será entre as cidades São Sebastião da Grama e São José do Rio Pardo, num total de 7 quilômetros e 874,25 metros.

 

Fotos

Gazeta republica o mapa que revela como ficará o trecho entre a cidade e a entrada para o Distrito Industrial

 

Quantidade enorme de terra está sendo movimentada nas proximidades do radar

 

Vista de outro ângulo, a área onde há movimentação de terra perto do radar

 

Já é possível visualizar como será a pista de ida para o Cassucci, olhando esta foto

 

Estrutura que está sendo montada ao lado da Perimetral, perto da Usininha, para passagem de água

 

 

Confira também

O Judiciário no olho do furacão

O Judiciário no olho do furacão   A emocionalidade e a vitimização criadas ao redor ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *