Início / Últimas Notícias / Döhler de São José vende para América Latina

Döhler de São José vende para América Latina

Döhler de São José vende para América Latina

Fábrica alemã produz aqui molhos e recheios salgados e para panificação, entre outros produtos

 

Eduardo Eron

 

A empresa alemã Döhler, que tem fábrica em São José do Rio Pardo, concedeu pela primeira vez uma reportagem a um veículo de comunicação da cidade e o fez à Gazeta do Rio Pardo. As informações foram concedidas através da assessoria de imprensa em São Paulo porque a gerência local não tem autorização para isso – a exemplo da Nestlé, que centraliza as informações à imprensa na capital paulista.

De qualquer forma, esta é a primeira matéria específica da Döhler a um jornal da cidade desde que adquiriu a fábrica rio-pardense da Cargill, em outubro de 2017. (A venda já havia sido divulgada pela própria Gazeta bem antes disso, mas o negócio só se oficializou depois). Dentre outras informações relevantes, a empresa diz que “os ingredientes e soluções produzidos aqui são distribuídos para clientes em toda a América Latina”.

“Adquirimos a planta de Rio Pardo oficialmente em outubro de 2017”, confirmou a Döhler, cuja matriz fica em Darmstadt, na Alemanha. “Muitos investimentos já foram realizados na planta como melhora das linhas produtivas, reformas prediais, atualização de documentação para fornecimento em outras categorias de produtos e treinamentos de colaboradores”.

Segundo ela, em São José do Rio Pardo são produzidos recheios para panificação, molhos e recheios salgados, coberturas doces para sorvetes e panificação, e preparados de fruta e caldas para aplicação em produtos lácteos. “A especialidade da planta de Rio Pardo são molhos salgados para sanduíches, culinários e saladas, além de recheios salgados, preparados e caldas de fruta para aplicações em iogurtes e bebidas lácteas, coberturas de fruta, chocolate e caramelo, entre outros deliciosos sabores para sorvetes, e recheios para panificação”.

Mais três no país

Além de São José do Rio Pardo, a Döhler tem mais três fábricas no Brasil. Em Limeira ela produz aromas, extratos naturais, bebidas e também preparados de frutas para aplicação em lácteos como iogurtes, bebidas lácteas e sorvetes. Em Jarinu a empresa produz polpas e frutas congeladas, além de sorbets de açaí, uva e cupuaçu. E no município gaúcho de Antônio Prado há uma fábrica destinada ao processo de primeira transformação, onde através do processamento de frutas são obtidos sucos e concentrados para a indústria de bebidas, food service e varejo.

Somando as quatro fábricas, a empresa alemã emprega atualmente no Brasil 503 funcionários (ou colaboradores, como são chamados). Quando a gestão da unidade rio-pardense passou da Cargill para a Döhler havia 249 empregados em São José e o número atual de pessoas trabalhando no município não foi informado. “Sempre que o volume produtivo aumenta, investimos na contratação e treinamento de novos colaboradores para nos ajudarem no processo de crescimento da empresa, na região e no grupo”, explica a assessoria da empresa.

A Döhler está presente em mais de 130 países, possui 33 plantas produtivas, assim também como escritórios comerciais e centros de aplicação em cada continente. “Mais de 6.000 dedicados colaboradores disponibilizam aos clientes, do conceito à implementação, soluções integradas para alimentos e bebidas”, revela a empresa.

Ainda de acordo com ela, o Grupo Döhler trabalha com um método integrado e amplo portfolio que engloba aromas e corantes naturais, ingredientes nutricionais e saudáveis, ingredientes provenientes de cereais, de lácteos e livres de lactose, frutas e vegetais, além de sistemas de ingredientes. “A combinação de ingredientes naturais de qualidade e alta tecnologia, somada à perfeita solução de produto para os clientes, é a fortaleza da empresa, a qual é baseada  em grande know-how e assinada por um completo sistema de prestação de serviços”.

“We bring ideas to life” (“Nós introduzimos ideias para a vida”) é o lema da multinacional e a frase, segundo a Döhler, descreve brevemente o acesso estratégico e holístico do Grupo à inovação, que engloba inteligência de mercado, monitoramento de tendências, desenvolvimento de produtos inovadores e aplicações, consultoria em segurança alimentar e microbiologia, legislação, consultoria técnica, ciência do consumidor e sensorial.

 

Entrega e excelência

Ela diz atuar com a fórmula “Entrega Multissensorial & Excelência Nutricional” e assegura que tal fórmula atende o desejo do consumidor por naturalidade, benefícios para melhorar a saúde, conveniência e sabor. “É por isso que a empresa usa todos os métodos modernos envolvendo ciência sensorial e do consumidor”, assegura. “Este know-how, combinado com constante pesquisa e desenvolvimento, é a chave para produtos inovadores e de sucesso para os seus clientes”.

Outra informação passada pela empresa ao jornal é que o Grupo Döhler investe também na comunicação e contato com universidades e centros de pesquisa para auxiliar na busca de aperfeiçoamento de suas tecnologias e processos de inovação. “Seja um extrato natural, um purê de frutas ou um produto inovador, todos levam algo em comum: a paixão. É com esta filosofia e como parceiros da indústria de alimentos e bebidas, que a empresa convida o mercado a descobrir mais sobre como colocam em prática ideias inteligentes e produtos de excelência”, conclui.

Entrada e rua interna da Döhler em São José do Rio Pardo, que comprou a fábrica da Cargill

 

 

 

 

 

 

 

Confira também

Trânsito no centro é cada vez mais difícil

Trânsito no centro é cada vez mais difícil Para ônibus, então, entrar na Francisquinho Dias ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *