Início / Últimas Notícias / Consulta Pública avalia 32 ruas de paralelepípedo

Consulta Pública avalia 32 ruas de paralelepípedo

Consulta Pública avalia 32 ruas de paralelepípedo

Câmara Municipal quer saber se a população quer ou não asfalto sobre essas ruas

 

Uma Consulta Pública sugerida pelo vereador e líder do prefeito na Câmara, Rubens Pinheiro, teve o resultado parcial divulgado na reunião ordinária da última terça-feira, dia 22. O assunto colocado à disposição da população para que ela opinasse foi a pavimentação de 32 ruas centrais da cidade, todas elas com paralelepípedos, e o resultado parcial mostrou que os que deram seu parecer estão bastante divididos.

Quarenta e seis (46%) por cento das pessoas que responderam à Consulta Pública se manifestaram contrários ao asfaltamento total das ruas, 41% disseram ser a favor da aplicação de asfalto sobre todos os paralelepípedos e os demais 13% afirmaram ser favoráveis, mas só em uma parte das 32 ruas.

Segundo explicações do autor da sugestão da Consulta Pública, Rubens Pinheiro, a lei 4.461 de 2015 proíbe o asfaltamento sobre a pavimentação de paralelepípedos nas 32 ruas, como a Cel. Alípio Dias, Rua das Boninas, Rua das Rosas, Rua Wilson Gonçalves Faria, Rua Conceição, Rua Aurélio Santurbano, entre outras.

“Isso é uma demanda que a população nos trouxe e é importante que a gente coloque em debate. Foi muito bacana o resultado de pesquisa, foi muito dividido, mas é importante debater se é viável uma revogação da lei ou se não, pela questão histórica. Tem a questão de quando chove o paralelepípedo absorve melhor a água e outros fatores”, comentou o autor da proposta, lembrando que a pesquisa continua sendo realizada e está ainda no início.

O próprio Rubinho é de opinião que o quadrilátero central de São José do Rio Pardo deve, sim, ser mantido com paralelepípedo pelo fator histórico, mas ele acha que as mais distantes do centro deveriam receber asfalto.

Projeto aprovado

Um projeto de lei do Executivo prevendo a contratação de dois pintores e quatro enfermeiros foi aprovado pela Câmara Municipal na tranquila reunião ordinária de 22 de maio. Os pintores, como a Gazeta divulgou em sua edição anterior na matéria com o secretário Folharini (Trânsito), serão usados para a pintura de faixas e outros serviços de rua. Os enfermeiros, obviamente, serão utilizados na área da saúde pública municipal e, de forma específica, para o atendimento ao público no Pronto Socorro.

Tíquete

Sobre o tíquete alimentação extinto dos aposentados e pensionistas municipais, um projeto implantado em Botucatu foi mencionado na reunião como uma possível alternativa para São José do Rio Pardo. Ele seria enviado ao Executivo para que o Jurídico da Prefeitura faça uma análise e dê um parecer.

Rua de paralelepípedos em manutenção na Vila Formosa: cidade discute se pavimenta ou não esse tipo de piso

Confira também

3º Concurso de Cafés de Águas da Prata – Prêmio Prefeito José Vilela Junqueira, aconteceu no dia 30 de setembro, no UniFEOB.

3º Concurso de Cafés de Águas da Prata – Prêmio Prefeito José Vilela Junqueira, aconteceu ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *