Início / Policiais / Traficante entrava em buraco na Bossoroca para embalar drogas

Traficante entrava em buraco na Bossoroca para embalar drogas

Traficante entrava em buraco na Bossoroca para embalar drogas

Na manhã de última segunda feira, dia 13, policiais civis da DIG de Casa Branca realizavam observações nas imediações da casa de C.M.S., de 24 anos. Por volta das 10h30 da manhã eles perceberam que um suspeito saiu de sua residência e entrou num  buraco, situado no local conhecido por “Bossoroca”. Quando se aproximaram, flagraram C.M.S. embalando drogas.

Com ele foram encontrados 61 trouxinhas de maconha, dois tijolos de maconha (que pesaram quase um quilo), 20 pedras de crack, 21 pinos de cocaína, grande quantia em dinheiro, anotações sobre vendas de entorpecentes, celulares, um laptop, uma balança de precisão, além de dezenas de embalagens de plástico usadas para embalar drogas.

Os investigadores deram voz de prisão ao traficante. Na delegacia, C.M.S. disse que vendia cada porção de maconha e crack pelo valor de R$10,00 e que cada pino de cocaína saia pelo valor de R$25,00.

Buraco feito pelo traficante e as drogas que ele vendia em Casa Branca

 

 

Tráfico e corrupção de menores e  prostituição infantil em Caconde

Na noite de sexta-feira, dia 10, policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Casa Branca receberam a denúncia de que num bar conhecido por “Chopiratta”, situado na estrada Manoel Lorca (estrada da “Prainha”), em Caconde, estariam ocorrendo crimes como tráfico de drogas, venda de bebidas alcoólicas a menores e exploração sexual infantil.

Já na madrugada de sábado, por volta da 1 hora da manhã, duas equipes de investigação chegaram nas proximidades do estabelecimento, se esconderam num matagal e passaram a observar o movimento. Ao notarem as atitudes suspeitas de indivíduos que estavam no interior do prostíbulo, as equipes da DIG, formadas por quatro investigadores e um delegado de polícia se aproximaram e passaram a revistar a “choperia”, encontrando cocaína, maconha, frascos para embalar drogas (pinos) e grande quantidade em dinheiro. Todo esse material, além de um veículo GM Vectra, placas de Curitiba, foram apreendidos.

O responsável pelo prostíbulo, R.H.G.R.L, conhecido por “Espanhol”, de 42 anos e seu comparsa, D.F.B., conhecido por “Negão”, de 36 anos, foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Prostituição infantil

A “choperia”, denominada Choppirata era na verdade uma fachada para disfarçar o comércio ilegal de drogas e a exploração sexual de adolescentes. No momento do flagrante, ocorrido às três horas da manhã, uma menina de 17 anos estava no interior do bar, aguardando a chegada de clientes. Verificando tal fato, o delegado também deu voz de prisão a “Espanhol” e D.F.B pelo crime de corrupção de menores e exploração sexual infantil. Na parte superior do prédio haviam dois quartos, destinados aos fregueses do sexo. A adolescente foi encaminhada ao conselho tutelar, que posteriormente a entregou aos pais.

Entorpecentes, dinheiro e todo material encontrado no bar, em Caconce, foram apreendidos

Apanhou porque não fez sexo com amásio

Ela teve lesões na face ao receber socos dele e precisou ser levada ao Pronto Socorro

 

Os policiais militares Roberta e Vinícius compareceram no último domingo, dia 12 de agosto, ao bairro Domingos de Sylos, em São José do Rio Pardo, para atenderem a uma ocorrência de desentendimento entre casal.

Uma mulher disse aos policiais ter sido agredida com socos no rosto por seu amásio, que queria manter relação sexual com ela. Diante da recusa dela, ele partiu para a agressão.

O homem estava dentro de um quarto e ficou agressivo com a chegada dos policiais, precisando ser contido com o uso de algemas. A mulher foi conduzida ao Pronto Socorro, onde foram detectadas lesões em sua face.

O agressor, por sua vez, foi levado à Delegacia de Polícia, onde a voz de prisão foi confirmada pelo delegado de plantão e ele permaneceu preso.

 

Tráfico, corrupção de menores e prostituição infantil em Caconde

Na noite de sexta-feira, dia 10, policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Casa Branca receberam a denúncia de que num bar conhecido por “Chopiratta”, situado na estrada Manoel Lorca (estrada da “Prainha”), em Caconde, estariam ocorrendo crimes como tráfico de drogas, venda de bebidas alcoólicas a menores e exploração sexual infantil.

Já na madrugada de sábado, por volta da 1 hora da manhã, duas equipes de investigação chegaram nas proximidades do estabelecimento, se esconderam num matagal e passaram a observar o movimento. Ao notarem as atitudes suspeitas de indivíduos que estavam no interior do prostíbulo, as equipes da DIG, formadas por quatro investigadores e um delegado de polícia se aproximaram e passaram a revistar a “choperia”, encontrando cocaína, maconha, frascos para embalar drogas (pinos) e grande quantidade em dinheiro. Todo esse material, além de um veículo GM Vectra, placas de Curitiba, foram apreendidos.

O responsável pelo prostíbulo, R.H.G.R.L, de 42 anos e seu comparsa, D.F.B., de 36 anos, foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Carro é achado sem ocupante na vicinal São José – Mococa

No domingo, dia 12, às 2h55, a Polícia Militar foi acionada e compareceu à Vicinal Germinal Feijó, que liga São José do Rio Pardo a Mococa. No local os policias encontraram um veículo em meio à vegetação, após ter rompido uma cerca. Em vistoria foi constatado que o condutor não estava no interior do veículo, que apresentava marcas de sangue.

Como uma pessoa havia pedido ajuda próximo da Fazenda Renascer, a unidade policial se dirigiu até lá e não encontrou ninguém. Unidades do SAMU e do Corpo de Bombeiros também estiveram lá. O veículo foi guinchado ao pátio municipal e, após pesquisa, foi constatado que o mesmo estava com o licenciamento atrasado.

Morte natural no Domingos de Sylos

Na madrugada do último dia 11 policias militares compareceram à Avenida José Menegheti, no bairro Domingos de Sylos, onde uma pessoa foi encontrada morta. No local o filho da falecida disse que a mãe vinha passando por tratamento devido a uma doença grave e que veio a falecer naquela data, quando foi encontrada pelo pai. Equipe do SAMU constatou o óbito como morte natural, com a família chamando o serviço funerário.

  

Rapaz levava quase um quilo de maconha

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Casa Branca prendeu dia 13, no Bairro Três Cruzes, um jovem de 24 anos por tráfico de drogas. Policias civis foram lá e prenderam o traficante com 928,48 gramas de maconha, 21 pinos de cocaína, 21 pedras de crack, uma balança, 100 saquinhos para embalagem de droga, 50 metros de fio PVC transparente, um notebook, um caderno com anotações e R$ 360,25. O jovem foi preso em flagrante por tráfico de drogas e levado para a cadeia.

Quase um quilo de maconha, além de outras drogas e dinheiro, estavam com o rapaz preso

 

Fugiu da polícia e acabou preso  por embriaguez e porte de droga

No dia 12, à noite, a Polícia Militar estava realizando fiscalização de trânsito pela Praça Capitão Mário Rodrigues, próximo à Escola Tarquínio Cobra Olynto, momento em que uma caminhonete S10, cabine dupla, cor preta, vinha pela Rua José Andreoli. Ao perceber a presença dos policiais o motorista empreendeu fuga na contramão, adentrando a Rua Marechal Deodoro e tomando sentido da Rodovia Lupércio Torres, não respeitando as placas de sinalização e dirigindo em alta velocidade.

O veículo entrou na rodovia SP 350 no sentido de Itobi. Foi solicitada ajuda e diversas viaturas seguiram a caminhonete, que foi abordada próximo ao trevo de acesso às cidades de Itobi/São Sebastião da Grama. Durante a abordagem nada de ilícito foi encontrado com o condutor, que tentou resistir e foi contido com uso de algemas pois apresentava sinais visíveis de embriaguez, recebendo assim voz de prisão.

No interior do veículo os policiais encontraram uma lata de cerveja de 500 ml, um eppendorf de cocaína e um pequeno tablete de maconha. O condutor foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde a voz de prisão foi ratificada. Como o mesmo se recusou a realizar o teste do etilômetro, a delegada de plantão Paula Casalli Dezotti determinou a elaboração do boletim de ocorrência por embriaguez ao volante, porte de drogas e direção perigosa, arbitrando fiança no valor de R$ 1.600, que foi paga pelo pai do condutor. A caminhonete foi guinchada ao pátio, uma vez que o condutor não apresentou carteira de habilitação.

Lata de bebida alcoólica e drogas estavam no carro, cujo motorista tentou fugir

 

 

Menor preso vendendo cocaína no Natal Merli

No último sábado, dia 11, a equipe Rocam da Polícia Militar realizava patrulhamento pelo bairro Natal Merli quando avistou um menor de idade já conhecido por praticar tráfico de drogas. Ao perceber que seria abordado o jovem empreendeu fuga escalando o muro de uma residência e, em seguida, escalando um telhado na Rua Antônio Simões, onde acabou sendo cercado e abordado.

Em busca pessoal foi localizado com ele 24 porções de crack, cinco eppendorfs de cocaína, R$ 45 e um aparelho celular. O menor confessou que as drogas eram para serem vendidas como tráfico. Ele recebeu voz de apreensão e foi conduzido à Delegacia de Polícia, onde, em suas vestes íntimas, mais 20 porções de crack foram achadas.

Diante da agressividade ele foi contido com uso de algemas. A voz de apreensão foi ratificada pela delegada de plantão, com o menor ficando à disposição da justiça.

O menor traficante tinha essas drogas consigo e foi apreendido

 

 

 

 

 

 

 

Confira também

Plantio de mudas neste sábado

Prefeitura Municipal São José do Rio Pardo   Plantio de mudas  neste sábado A Secretaria de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *