Início / Cidade / Violência contra a mulher ainda é grande

Violência contra a mulher ainda é grande

Violência contra a mulher ainda é grande

Todos os dias há ao menos um caso registrado na delegacia, diz a delegada Paula

 

A delegada Paula Casalli Dezzotti disse esta semana à Gazeta do Rio Pardo que, pelo volume de inquéritos na Delegacia rio-pardense, percebeu que a quantidade de ocorrências policiais em que as mulheres são vítimas de violência doméstica no município é grande. “Todos os dias há pelo menos um caso registrado aqui”, confirmou, ressalvando, porém, que não houve, por enquanto, um caso de maior relevância que se destacasse.

Indagada sobre o aumento de feminicídio no país, ela considera isso “preocupante, porque os homens ainda não se conscientizaram de que a mulher é livre e, se não quer mais, tem que respeitar”. Lembrou que a mídia vem divulgando insistentemente tais fatos e, com isso, as mulheres têm procurado mais a Delegacia da Mulher para fazer denúncias, embora haja aquelas que prefiram manter silêncio.

Falando sobre a Lei Maria da Penha, a delegada explicou que agora qualquer descumprimento à medida protetiva, após o agressor ser cientificado da determinação, resultará em prisão. “Depois que tem a medida protetiva, se o agressor volta a ameaçar ou agredir a mulher vítima, ela pode vir de novo à Delegacia para que a gente tome conhecimento do fato e o encaminhe ao Judiciário para decretar a prisão do agressor”.

Paula Casalli Dezzotti é natural de Casa Branca e atuou como delegada durante oito meses na cidade de Itapira, antes de pedir remoção para São José do Rio Pardo.

A delegada Paula Casalli Dezzotti está atuando em São José e Itobi

 

Sorveteria é assaltada na Vila Formosa

Policiais civis de São José do Rio Pardo estão investigando mais um roubo à mão armada ocorrido esta semana, desta vez em uma sorveteria situada na rua Gabriel Bonini, Vila Formosa. O roubo aconteceu dia 28 de agosto. Na sorveteria estava a funcionária LMS, de 21 anos, que relatou à polícia militar que dois rapazes – um trajando moletom azul e outro com camisa listrada e boné vermelho -, entraram e anunciaram o assalto, levando a quantia de R$ 500.

Os policiais realizaram patrulhamento e localizaram nas imediações ARAG, de 20 anos, que apresentava caraterísticas idênticas às de um dos bandidos, citadas no boletim de ocorrência. Ele foi abordado e conduzido à Delegacia de Polícia, mas não foi reconhecido pela vitima, sendo então liberado.

 

 

Grávidas são presas em Poços, envolvidas em tráfico de drogas

Duas jovens de 18 e 22 anos, respectivamente, ambas grávidas de oito meses, foram presas na manhã no último final de semana em Poços de Caldas por tráfico de drogas. De acordo com a Polícia Civil, a droga encontrada com as suspeitas seria comercializada no presídio da cidade.

O primeiro mandato de busca e apreensão foi cumprido na casa da jovem de 18 anos, no bairro Jardim Ipê. Na casa, foram encontradas duas porções de maconha com cerca de 100 gramas. A jovem amásia de um dos presos dentro da operação Audacium, que combate o tráfico de drogas na cidade.

O segundo mandato foi cumprido na casa da mulher de 22 anos, onde estavam cinco porções com 200 gramas de maconha, uma balança de precisão, uma réplica de arma e um caderno com anotações relacionadas ao tráfico. Ambas foram encaminhadas para o presídio da cidade.

Uma das mulheres presas sendo conduzida por uma policial civil

 

Confira também

3º Concurso de Cafés de Águas da Prata – Prêmio Prefeito José Vilela Junqueira, aconteceu no dia 30 de setembro, no UniFEOB.

3º Concurso de Cafés de Águas da Prata – Prêmio Prefeito José Vilela Junqueira, aconteceu ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *