Início / Cidade / Tapa-buracos prioriza ruas mais danificadas

Tapa-buracos prioriza ruas mais danificadas

Tapa-buracos prioriza ruas mais danificadas

Depois do São Roque, serviço deve ir ao Colinas/Vila Verde e Distrito Industrial

 

A operação tapa-buracos continua sendo feita na cidade, estando atualmente no Jardim São Roque, onde o serviço deve terminar terça-feira, dia 15. Em seguida, serão priorizadas duas regiões consideradas muito complicadas pela Prefeitura: Colinas/Vila Verde e o Distrito Industrial. Nesses lugares há ruas já quase intransitáveis, tantos e tamanhos são os buracos existentes. Depois disso, provavelmente, as máquinas e funcionários devem retornar ao Jardim Margarida, que durante anos ficou desassistida e também requer um cuidado especial.

As informações são do secretário interino de Obras, Fernando Passos, que também é secretário de Gestão na Prefeitura. Falando à Gazeta, ele explicou que a intenção é focar sempre nas ruas com maior circulação de veículos e disse ainda: “Estamos também trabalhando junto à empresa que está prestando serviços na cidade, dentro do próprio contrato deles, estudando a possibilidade de ter um reforço neste serviço de recuperação de pavimento, com recapeamento de algumas áreas críticas. Acreditamos que até a metade do ano nós estaremos com a cidade regularizada”.

Fernando Passos comentou também que a rua paralela à SP 207 (uma rua com dois nomes: Pedro Curi e Luis Marin), no trecho entre a ponte do bairro João de Oliveira Machado e o posto próximo ao Distrito Industrial, não estava preparada para suportar tamanho volume diário de veículos leves e pesados. Por conta da obra na rodovia, todo o trânsito de quem vem para a cidade passa por ali, esburacando cada vez mais a referida rua. “Estamos contatando o próprio D.E.R., que é o responsável pela obra, financiador e dono do projeto, no sentido de, após a conclusão da obra, eles façam a recuperação daquela rua lá”, assegurou.

 

Falta cooperação

O secretário de Obras cobrou, por outro lado, uma maior cooperação dos moradores em algumas atitudes que, se não forem tomadas, acabam prejudicando a pavimentação das ruas. “O que a gente vê hoje na cidade em grande quantidade? Lixo, lavagem de calçada que acaba prejudicando a pavimentação, porque asfalto não gosta de água, e sofás velhos colocados na rua. Esse descarte a Prefeitura não tem obrigação de recolher e acaba fazendo porque estava passando no local para recolher galho ou alguma outra coisa. Estamos estudando a possibilidade de acabar cobrando de quem está fazendo este descarte irregular também”, avisou.

Fernando Passos terminou a entrevista dizendo que a administração municipal tem a expectativa de ter um 2019 melhor e mais tranquilo, com um orçamento mais compatível com a realidade e que permita à Prefeitura atravessar o ano com uma prestação de serviços de melhor qualidade.

FOTO

Secretário Fernando Passos pediu que moradores cooperem, não sujando calçadas e asfaltos

 

Recapeamento total de ruas: serviço será solicitado ao D.E.R. nas ruas paralelas à SP 207

Confira também

Inscrição ao concurso do IMP termina neste domingo

Inscrição ao concurso do  IMP termina neste domingo O Instituto Municipal de Previdência (IMP) está lembrando ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *