Início / Cidade / Marido procura esposa que sumiu dia 2

Marido procura esposa que sumiu dia 2

Marido procura esposa que sumiu dia 2

Casal mora no Cassucci e Evanildo busca Vera Lúcia, que toma vários medicamentos

 

A dona de casa Vera Lúcia de Macedo, de 48 anos, que mora em um dos Predinhos no bairro Carlos Cassucci, está desaparecida desde o dia 2 de setembro (sábado). Seu marido Evanildo Gomes Primo, de 37 anos, está à procura dela e pede para que quem souber de seu paradeiro o avise pelo celular 9948.14243. O casal tem duas filhas: Gislaine, de 8 anos, e Gisele, de 9.

Evanildo procurou a Gazeta do Rio Pardo na última terça-feira, dia 11, para pedir ajuda. Explicou que a esposa sofre de depressão, tem pressão alta e diabetes, tomando vários remédios diariamente. Ele acha que a mistura dos medicamentos pode ter ocasionado algum distúrbio psicológico nela e assegura que o relacionamento deles como casal é bom, não tendo ocorrido briga ou algo que pudesse desencadear a saída dela de casa.

Abalado, diz que as duas filhas estão com uma madrinha, também residente no Cassucci, por estarem muito afetadas emocionalmente pelo novo desaparecimento da mãe. “Em 2016 ela sumiu pela primeira vez e eu fui localizá-la em Rio Claro vários dias depois, após tê-la procurado até no albergue de Ribeirão Preto”, contou Evanildo, quase chorando, lembrando que naquela ocasião o problema provável também foi a mistura dos medicamentos.

Ele trabalha como segurança da empresa Sanevix em uma das estações de tratamento de esgoto da cidade. Disse ter feito seu trabalho na noite do dia 1º de setembro para o dia 2 e, quando chegou em casa, ela já não estava lá. Desde então ele passou a procura-la diariamente e, até então, não obteve informações de seu paradeiro. Repetindo o telefone para qualquer notícia acerca de Vera Lúcia: 9948.14243.

CREAS/CRAS ajudam

O jornal entrou em contato com a secretária de assistência e inclusão social, Maria Ângela Dal Bello, para relatar o desaparecimento de Vera Lúcia e o drama de Evanildo. Maria Ângela se prontificou em repassar o assunto ao CREAS e/ou ao CRAS, para que funcionários de um dos órgãos, com atuação inclusive no Cassucci, entrem em contato com Evanildo e com pessoas próximas a ele nos Predinhos.

A partir daí, segundo Maria Ângela, talvez seja possível definir algum tipo de ajuda que Evanildo necessite para localizar a esposa. De imediato, ela acha que, por telefone, conseguirá saber se Vera Lúcia esteve no albergue das cidades mencionadas pelo marido.

 

Vera Lúcia em sua foto mais recente, em frente o local no qual reside

 

Confira também

Papai Noel na Praça XV

Papai Noel na Praça XV O DEC promoveu na noite de sábado (8-12-2018) a chegada ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *