Início / Cidade / Mais duas regiões ouvidas no Diagnóstico Rural

Mais duas regiões ouvidas no Diagnóstico Rural

Mais duas regiões ouvidas no Diagnóstico Rural

O levantamento dos problemas rurais que está sendo realizado no Diagnóstico Participativo Rural, promovido pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, está entrando na reta final.

Nesta semana, duas novas localidades foram ouvidas.  Na região do Bom Jardim, área com predominância na produção de hortaliças, o principal problema apurado foi a dificuldade de colocação dos produtos produzidos no mercado a preços justos e dificuldade de diversificação de produtos em função da falta de defensivos agrícolas registrados para as olerícolas. Estas questões foram mencionadas no dia 16, em reunião com os produtores daquela região.

“Apuramos também redução no número de compradores e descarte de produção, por falta de mercado consumidor”, disse Rodrigo Vieira de Morais, zootecnista da CATI.

Na quarta (18) foi  a vez dos produtores da região do Barreirinho serem ouvidos. Conservação de estradas, diminuição das nascentes de água, destinação de lixo doméstico,  entre outros, foram os principais problemas apurados.

“No grupo das mulheres da região, falta de lazer, cursos de formação e visitas técnicas em exposições foram os mais comentados”, disse a professora Renata Vechini Dal Bom, responsável pelo setor de educação ambiental. “Problemas levantados na reunião que dependem desta Secretaria nós vamos resolver rapidamente. Agora, os demais, que farão parte do Plano  de Desenvolvimento Rural, serão encaminhados a quem de direito”, disse ela.

A última reunião do Diagnóstico será na quarta-feira, dia 25 de julho de 2018, às 19h0, na capela da Fazenda Tubaca.

Participantes têm demonstrado interesse em diagnosticar as dificuldades, antes de ver soluções

Confira também

Bolsonaro conclui nomes para a Esplanada dos Ministérios

O presidente eleito Jair Bolsonaro concluiu neste domingo a escalação da sua futura Esplanada dos Ministérios, ao ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *