Início / Cidade / Influência da cultura cafeeira é tema de exposição na FEUC

Influência da cultura cafeeira é tema de exposição na FEUC

Influência da cultura cafeeira  é tema de exposição na FEUC

 

Começou no dia 27 de novembro uma exposição na FEUC, promovida pelo curso de História, sobre a cultura do café na região. Ela mostrou vários objetos que retratavam a influência cafeeira desde o final do século XVIII. O resultado dessa influência foi apresentado também em fotografias antigas.

A exposição foi visitada por alunos de algumas escolas da cidade, como os da E.E. Cândido Rodrigues, que estiveram na faculdade para conhecer a mostra no dia em que ela começou, 27.

Guilherme Felix Garcia, professor de História da FEUC, confirmou ao repórter Luis Fernando que o café, de fato, foi muito influente na economia rio-pardense e da região, além de influenciar também na cultura, na religiosidade e em outros aspectos. Lembrou que neste segundo semestre as aulas de História versaram sobre o Segundo Império, quando a economia brasileira girava em torno do café.

Aproveitando isso, o professor sugeriu que os alunos fizessem um trabalho de pesquisa baseado naquela época e eles acolheram a sugestão: foram atrás de fotografias, imagens, objetos etc.

“Eles (alunos) procuraram trazer um pouco daquela realidade das fazendas cafeeiras para dentro da sala de aula”, confirmou Guilherme.

Como os alunos são de cidades como Itobi, Vargem Grande, Tapiratiba, S.S.Grama, eles trouxeram o que encontraram em seus municípios de origem sobre o tema. A exposição ficou aberta à visitação pública durante esta semana.

FOTOS

 

Objetos expostos na FEUC retratam a influência do café em toda a região

Alunos da E.E.Cândido Rodrigues foram conhecer a exposição do curso de História

  

Novo composto de chocolate é sugerido para merenda escolar

O setor de alimentação escolar da Secretaria Municipal de Saúde realizou há poucos dias um teste de aceitabilidade para avaliar a implantação de um novo produto no cardápio da rede.

O teste, coordenado pelas nutricionistas, foi realizado na Emeb Ada Parisi. Na oportunidade foi apresentado um novo composto de chocolate, com 50% de cacau.

Após os resultados, se aprovado, o produto poderá integrar o cardápio no próximo ano, em substituição ao achocolatado.

Esse tipo de teste segue as normas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) quando da necessidade de implantação ou substituição de algum produto na alimentação das crianças.

A orientação, entretanto, é dispensada quando se trata de frutas e hortaliças.

(Assessoria de Imprensa da Prefeitura)

 

Profissionais da alimentação explicam detalhes do novo produto, que pode integrar o cardápio

 

Confira também

Amigos do João Pedro Barbosa e do Djalminha farão jogo festa e beneficente dia 19-12-2018 no campo do Vasco

Amigos do João Pedro Barbosa e do Djalminha farão jogo  festa e beneficente dia 19-12-2018 ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *