Início / Cidade / Em São José do Rio Pardo – Maria Alcina faz tributo a Luiz Gonzaga

Em São José do Rio Pardo – Maria Alcina faz tributo a Luiz Gonzaga

Espetáculo musical será no Teatro de Arena Epidauro, dia 13, às 20h, com entrada franca

Maria Alcina no espetáculo "Asa Branca"
Maria Alcina no espetáculo “Asa Branca”

O Circuito Cultural Paulista traz para São José do Rio Pardo, em parceria com o departamento de Cultura do DEC, o espetáculo musical “Asa Branca”, que está sendo apresentado em todo o Brasil em tributo ao mestre Luiz Gonzaga.

O show será realizado no teatro de Arena Epidauro no dia 13 de agosto, quinta-feira, às 20 horas, com entrada gratuita.

A cantora mostra mais de 20 músicas que refletem bem a genialidade do compositor que mudou a história da MPB. Alcina é figura fundamental neste tributo por sua forma singular de cantar forró, divisão melódica única deste ritmo nordestino tão brasileiro. Acompanham Maria Alcina em “Asa Branca” percussão/bateria, violão e o acordeon de Olívio Filho. Esta formação trouxe a beleza da obra de Luiz Gonzaga e o arrojo que ela tem naturalmente. Alcina mostra logo na abertura “Asa Branca”, apenas com voz e acordeon, de forma tocante. É uma mistura de ritmos, emoção e alegria. No roteiro canções que se tornaram grandes clássicos da MPB, como: Sabiá, Que Nem Jiló, Assum Preto, A Vida do Viajante, Olha pro Céu, Na Sala de Reboco e muitas outras belezas.

Maria Alcina, que já esteve em São José do Rio Pardo em outras ocasiões, iniciou sua trajetória ao sair de Cataguases (MG), sua cidade natal e onde não havia muitas possibilidades de uma vida artística, para estabelecer-se no Rio de Janeiro. Seus primeiros trabalhos artísticos eram apresentações em Teatros de Revista, ao lado de Leila Diniz, e em casas de shows.

Após ganhar projeção nacional em 1972 com a canção Fio Maravilha, de Jorge Ben Jor, a cantora gravou composições de artistas consagrados como Rita Lee, João Bosco & Aldir Blanc e Eduardo Dusek.

Em 2003 surpreende o mundo da música gravando um CD com o grupo de música eletrônica Bojo, Agora, que lhe rendeu ainda mais prestígio junto aos críticos e shows por todo país e uma aparição em Berlim, em 22/09/2006, na Feira de Música Popkomn. Em 2009, Maria Alcina ganhou o Prêmio da Música Brasileira nas categorias de melhor cantora, melhor álbum e melhor produção, pelo disco Confete e Serpentina.

 Agende-se

Maria Alcina “Tributo ao Mestre Luiz Gonzaga”
Local: Teatro de Arena Epidauro

Data e Horário: 13 de agosto, quinta-feira, às 20h
Classificação indicativa: livre
Informações: (19) 3608-8858 ou (19) 3681-6424

Entrada Franca

Confira também

Cidade tem 7 transplantes renais em 7 meses

Número é considerado ótimo pelo Centro Regional de Nefrologia de São José do Rio Pardo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *