Início / Cidade / Eleitores pagam multa e abstenção deve cair

Eleitores pagam multa e abstenção deve cair

Eleitores pagam multa e abstenção deve cair

Quase 25% dos 41.616 eleitores locais deixaram de votar no primeiro turno

 

 

O número de abstenções do eleitorado rio-pardense neste segundo turno das eleições deve ser bem menor do que no primeiro, quando quase 25% dos 41.616 eleitores deixaram de votar. Isso porque, nas duas últimas semanas, foi muito grande a procura de pessoas pelo Cartório Eleitoral da comarca para pagar a multa decorrente da ausência no dia 7 de outubro. E essas pessoas, segundo funcionários do Cartório, manifestaram publicamente o interesse em regularizar a situação para votar neste domingo, 28 de outubro.

As informações são de Valdir José da Costa Calado, chefe do Cartório em São José do Rio Pardo. Ele disse ainda que os procedimentos relacionados às urnas eleitorais foram finalizados quinta-feira. No primeiro turno, como a Gazeta do Rio Pardo divulgou, seis (6) urnas apresentaram defeito e foram trocadas.

 

Mais rápido

Os quase 500 mesários que trabalharam no dia 7 serão também utilizados pela Justiça Eleitoral neste domingo. Acredita-se que os eleitores demorarão menos tempo para votar neste segundo turno porque serão apenas dois cargos em votação: para governador e para presidente.

“O procedimento, no que diz respeito à votação do eleitor, deve ser bem mais rápido”, confirmou Valdir. “E também no que diz respeito à apuração e divulgação dos resultados, em todo o país, inclusive”.

 

Camiseta pode

Valdir esclareceu que o eleitor pode, sim, votar com uma camiseta estampando foto e nome de seu candidato, assim como boton ou boné com as mesmas características, desde que não faça propaganda audível, nem peça voto para ele. “É a manifestação silenciosa e discreta do eleitor”, interpretou o chefe do Cartório.

Procedimentos na urna eletrônica serão mais rápidos neste domingo, por serem só dois cargos

 

Confira também

Câmara homenageia a equipe paraolímpica

Câmara homenageia a equipe paraolímpica Sérgio Henrique Brás fez um relato do projeto e pediu ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *